Resenha Dupla: Guerra do Velho


Título: Guerra do Velho

Autor: John Scalzi

Páginas: 365

Editora: Aleph 





COMPRE AQUI: SARAIVA,  SUBMARINO,  AMERICANAS,  BUSCAPÉ,  AMAZON










♥ Lelê - Tô Pensando em Ler

♥ Amanda - História Muda








     Quando “Old Man’s War” foi lançado, houve muito burburinho positivo. E quando eu soube que a Editora Aleph lançaria o livro aqui no Brasil, fiquei na maior expectativa.

     Contudo, devo dizer que todo o burburinho, falatório e expectativa não foram suficientes. O livro é muito melhor! É muito mais do que eu esperava.

     Ao participar do Café Intergaláctico, não imaginava que ganharia um exemplar deste livro e o quanto ele seria surpreendente! John Scalzi é um autor que acabei de conhecer, mas já quero ler tudo o que ele escreve ou escreveu.

     John Perry foi casado por muitos anos com Kathy, os dois se amavam e viviam muito bem, não imaginavam viver separados, e por isso eles já planejavam se alistar nas Forças Coloniais de Defesa juntos quando completassem 75 anos.

     As Forças Coloniais de Defesa é um exército estelar que luta para manter a guerra longe da Terra. Porém, para que um terráqueo possa se alistar, ele deve ter 75 anos completos, nunca menos que isso.

     O que John Perry não esperava era que Kathy morresse anos antes. John se manteve em luto até completar a idade mínima para alistar-se, e no dia do seu aniversário ele visitou o túmulo da sua esposa pela última vez e foi para o exército para nunca mais voltar.

     Há todo um mistério envolvendo o alistamento. Afinal de contas, em que senhores e senhoras de 75 anos podem ajudar numa guerra? Mas a explicação do porquê desta idade aparece em determinado momento no livro, e é totalmente realista e compreensível. Porém, como os terráqueos são mantidos ignorantes sobre a maneira com que as FCD funcionam e como eles serão úteis lá no espaço, alistar-se é um tiro no escuro para velhinhos que não possuem mais nada a perder e cuja entrada no exército representa uma última esperança de vida.

     Devo acrescentar que pesquei alguns elementos que não são novidades pra mim, mas nas letras de John Scalzi, elas ficaram muito atraentes; exemplo: o “pé de feijão”, que é um “elevador” que sai da Terra e vai até o espaço. Já não vimos isso? Vimos sim, em “As Fontes do Paraíso” de Arthur C. Clarke. Além disso, o próprio autor se diz fã do clássico “Tropas Estelares” e por isso muitas referências dele também são encontradas. Mas não se engane, só essas semelhanças serão encontradas, toda a obra é muito original, principalmente em se tratando de personagens.

     John Perry é sem dúvida um dos melhores personagens que já conheci. O cara é muito divertido, sempre vê uma luz no fim do túnel, é incrível mesmo; seu amor por Kathy atravessa o espaço e parece sempre recente.

     Como protagonista e narrador, John possibilita que entremos em sua mente e sintamos todas as novidades e conflitos internos. Ele é um homem bem-humorado, mordaz, sagaz e simples, e demonstra uma grande lealdade com os Velharias, nome de um grupo que criou com alguns amigos do exército.

     As lutas são ótimas, e por isso eu recomendo que você não se apegue a muitos outros personagens, pois como o título diz, é uma guerra e nem todos sobrevivem. As raças alienígenas criadas – assim como todo o livro, no geral – são muito bem descritas, de forma a tornar possível a visualização. Algumas possuem peculiaridades interessantes e, inúmeras vezes, perigosas.

     Os diálogos são perfeitos, me peguei gargalhando no metrô algumas vezes, porém o humor é presente até quase a metade do livro, depois a história fica mais densa, o que é muito aceitável, já que o clima também muda, e o final é de cortar o coração.

     O desenvolvimento da história foi muito bem amarrado, deixando curiosidades suficientes para justificar continuações. O final foi perfeito, nem sei explicar direito o quanto. A única certeza que posso dar é a de que o livro passa num piscar de olhos, e você já se vê desejando ter os próximos volumes em mãos. 

     A editora realizou um trabalho maravilhoso, tanto na capa quanto na revisão. Vão encontrei absolutamente nenhum erro de revisão/digitação, pois a editora teve o carinho de passá-lo por várias revisões. Apaixonada pelo trabalho da Aleph.

     Necessito do segundo livro já!




Frases Marcantes

“O problema de envelhecer não é acontecer uma desgraça após a outra – é toda a desgraça acontecer de uma vez e o tempo todo.” – pág. 20

“É algo estranho, maravilhoso e, ainda assim, perturbador ser tão bom em algo quanto você sempre quis ser e ser ainda melhor que isso.” – pág. 127

“É simples, mas simples não é a mesma coisa que fácil.” – pág. 184


10 comentários:

  1. Acabei tendo conhecimento deste livro no vídeo desta semana que acho que vai ao ar no domingo, de livros lidos em Abril.
    Mas já adianto que queria muito ler essa resenha dupla.
    É tão gratificante quando um livro nos pega desta maneira. De como uma história consegue nos prender a esse ponto. E lendo acima,dá pra entender os motivos.
    Original e essa mistura de fantasia com realidade.
    E fica a dica de um possível post com "Quotes", já que as poucas frases jogadas já valeram demais!rs
    Beijo e lerei se possível!!!

    ResponderExcluir
  2. Oh que livro legal. Eu não sou de ler nada assim, mas ultimamente venho lendo livros que nem imaginava, tudo por resenhas de blogs amigos.
    Já gostei desse personagem, ele mostra bem a realidade de perder alguem e a tristeza que isso trás.
    Fiquei mesmo curiosa cono os velhinhos podem ajudar nas guerras, eu acho que é mais a coisa do conhecimento, mas ai só lendo pra saber ne haha
    Bom dia :)

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Não conhecia o livro, apesar de não ler livros de guerra, gostei bastante, achei mto interessante, parece prender a gte do começo ao fim ...
    Bjs!

    ResponderExcluir
  4. Lê,
    Comecei a ler esse livro no mesmo dia do evento e fiquei apaixonada por essa história!! Há tempos eu não lia nada de FC, mas esse livro me fez querer ler tudo o que tenho parado aqui na estante! rs...
    beijos
    Camis - Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  5. a trama é bem diferente e com um ar bem atrativo, como eu não o conhecia fiquei curiosa!
    ainda bem que os comentários foram bem positivos e isso só me faz querer ler, apesar de não ser um dos meus gêneros preferidos
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Sabe acho meio injusto fazer uma resenha que me faça ficar ainda mais ansiosa para ler o livro! Le, como vc viu no Instagram já queria ler antes de vir aqui ler sua resenha, e agora quero ainda mais. Parece bem o tipo de livro que eu iria gostar e parece ter um enredo bem original, pena que na livraria aqui perto é caro pra caramba :(

    ResponderExcluir
  7. Nunca tinha ouvido falar do livro (não fiz parte dos burburinhos :X)
    Apesar de não ser um tema lá muito a minha praia, confesso que devido a sua resenha tão positiva fiquei até com vontade de ler :D Quem sabe um dia não venho a ter a oportunidade de lê-lo! Ótima resenha
    Beijo :*

    ResponderExcluir
  8. Oi Lelê, oi Amanda!
    Estou curiosa com esse livro desde que o seu lançamento foi anunciado, acredito que o fato do protagonistas ser tão maduro acrescenta bastante riqueza à história. Está na lista de desejados!
    Beijos... Elis Culceag.​ * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir
  9. Olá, Lelê. Adorei essa resenha dupla.
    Li o livro no mês passado e fiquei encantado. O universo do autor é bem original, mesmo quando usa elementos já conhecidos. A premissa toda é maravilhosa. Assim vocês, já necessito do segundo livro.
    Ótima resenha.

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de maio. Serão três vencedores!

    ResponderExcluir
  10. Oi! Não conhecia esse livro, até ler sua resenha e ver o vídeo dos livros lidos em abril. Achei muito interessante e sua resenha e comentários no vídeo, me deixaram muito empolgada para ler. E saber que haverá continuação, adoro! Já coloquei na minha interminável lista de desejados. Obrigada. Abraços.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© To Pensando em Ler - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo