Resenha: Virando o Jogo


Título: Virando o Jogo

Autora: J. Sterling

Páginas: 276

Editora: Faro Editorial



COMPRE AQUI: SARAIVA













     Eu sempre digo que não gosto desse gênero, mas eu quero explicar o  motivo de eu gostar dessa trilogia.

     Uma coisa que me incomoda é esse clichê da mocinha pobre que encontra do nada um belo garanhão milionário que está disposto a mudar sua vida pra dar uma vida nova pra sua princesinha. Definitivamente isso não me convence.



     Nesta trilogia temos uma protagonista que estuda, trabalha e corre atrás do seu sonho de ser fotógrafa, e seu companheiro e também protagonista sonha em ser jogador de beisebol na liga superior. Ele tem talento pra isso e precisa correr atrás também. Nada cai do céu para nenhum dos dois. A não ser as coisas ruins, essas caem do céu, do inferno, dos lados, vem de todo jeito.


" - Você sabe, Cass, Jack não é o único que
mudou. Quero dizer, você o mudou. Mas ele
mudou você também. Quer você perceba isso
ou não, é verdade."
Pag. 238


     "Virando o Jogo" começa exatamente do ponto onde acabou o "O Jogo Perfeito". Mas não pense você que a autora me deixou perdida com isso. Muito pelo contrário. 

     Depois do reencontro dos dois, Cass está curiosa pra saber o que foi que Jack fez nos últimos seis meses em que eles ficaram separados e sem comunicação nenhuma. Então Jack começa a contar pra ela por tudo que passou, as conversas com vovô e vovó, Melissa e Dean... tudo que aconteceu, cada momento, cada briga, ate chegar a Nova York.

     Esse recurso foi ótimo para reavivar a memória, além de ser ótimo saber tudo em detalhes.

     
" - Nada me faria mais feliz, gatinha, do que
saber que meu lar é onde você está."
Pag. 53


     Jack está agora jogando no Meats, e apesar de estar perto de Cass, os horários nem sempre são favoráveis. Cass está trabalhando a todo vapor numa revista, ou seja, ela conseguiu realizar boa parte de seus sonhos. Era para os dois estarem felizes, mas não é isso que acontece.

     Para começo de conversa, a vida de gente famosa não é fácil. Jack, por estar sempre tão concentrado nos jogos, não percebe o quanto a mídia afeta a vida do casal. É Cass que sofre mais com isso.

     Chega um certo momento que ela não pode nem comprar pão sem receber uma foto sua segundos depois debruçada no balcão que está disponível em sites de fofoca. É tudo muito invasivo!!

     Não bastasse isso, ainda vem as fofocas mentirosas. Tem também a discriminação que ela sofre das outras esposas dos jogadores que estão na Liga a mais tempo... Um tremendo de um inferno!!

     Só que Cass resolve guardar pra si os tormentos que vem passando pra não sobrecarregar Jack. E isso não é nada bom para o casal.

     É quando Chrystle reaparece que a coisa desanda de vez. Exigindo seu lugar no espaço, ela não vai deixar pedra sobre pedra. Que ódio dessa baranga gente!!! 

     Enfim, deixando meu ódio de lado ainda temos mais um personagem que vai fazer parte dessa trama, Matteo, o motorista que chegou pra balançar tudo de uma maneira única. E mostrou que homem que é homem assume seus erros de cabeça erguida.

     
"Eu o amava mais do que eu havia
julgado possível. Mas às vezes o amor
não era suficiente e, para que eu ficasse
com ele para sempre, precisava ter certeza
de que podia lidar com o que quer que
surgisse em meu caminho."
Pag. 209


     Deu pra entender por que eu gosto tanto dessa trilogia?

     Ainda tem mais uma coisa: Os capítulos são narrados por Cass e por Jack intercaladamente em primeira pessoa. Temos já de cara a visão dos dois em relação a tudo que acontece. Nada de um livro na visão de um e outro livro inteiro na visão de outro. Não gosto disso nem um pouco. Essa repetição é bem cansativa, coisa que não acontece nesse.

     Cass e Jack são deliciosos juntos, e com a ajuda da melhor amiga de Cass, Melissa; de Dean, irmão de Jack, vovô e vovó, o time fica completo e todo o jogo fica lindo, e quem ganha sou eu que li essa gostosura toda!!

     Tem sim passagens mais hot, afinal a química entre os dois é forte. 

     Tentei não dar spoiler do primeiro livro nem do segundo, mas é difícil... Porém, contei o mínimo possível, só o suficiente pra convencer você que eu realmente gosto dessa trilogia. Não tem fantasia, não tem nada impossível de acontecer com qualquer pessoa, é mais palpável. 

     Me convenceu e me agradou muito!!


     Leitura recomendada para as românticas de plantão!!! 












Comente, clique e concorra:

   

11 comentários:

  1. Olá, Lelê.
    Já li esse livro e concordo com você: ele foge um pouco do clichê, o que é ótimo. Além disso, achei bem legal a autora abordar essa parte evasiva da mídia que é algo terrível.
    Adorei a sua resenha, como sempre.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de fevereiro. Você escolhe o livro que quer ganhar!

    ResponderExcluir
  2. Oie, tudo bom?
    Eu tô louca para ler esse livro desde o momento em que uma amiga leu e não parou de falar na história. Gostei da descrição dos protagonistas e também curto personagens que sejam assim. Ah, essa minha amiga vai me enviar o primeiro livro e vou ter a oportunidade de conhecer a série. Eu curto o gênero e acredito que serei conquistada pela narrativa da série.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi Lele!
    Esse livro é um New Adult, né? Pelo que eu percebi, é o que parece. Acho que esse gênero é um dos que me interessam bastante, pelo fato de não ter elementos sobrenaturais e tudo mais HAHA Acho que às vezes é bacana ler algo assim :D
    Me interessei pela história e totalmente leria, vou adicionar o primeiro na minha lista de desejados!!


    Beijinhos
    Daisy
    nuvemdeletras.com

    ResponderExcluir
  4. Boa tarde Alessandra,

    Esse é mais um livro que fico conhecendo aqui no seu blog, mas apesar de você ter gostado bastante da leitura, não me chamou atenção,como sempre a garota linda encontrando o garoto lindo, muito perfeito.....abraço.


    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Lele, isso é uma coisa que me incomoda nos livros do tipo, a mocinha que encontra o príncipe - em Cinquenta Tons, por exemplo, temos a mocinha tímida que se dispõe a fazer todas as sandices que o bonitão propõe. Acho que é uma interpretação muito datada do papel da mulher que sonha com um belo marido - nada de errado nisso, mas não acho que esse tenha de ser o ponto focal das vidas dessas personagens.

    Mas, sim, sigo interessado em alguns títulos do gênero, vai entender cabeça de leitor curioso....

    Dois abraços ;)

    ResponderExcluir
  6. Fiquei com o pé atrás quando soube que tinha continuação, mas sabe que a autora escreveu algo muito bom? Me surpreendeu, gostei bastante mesmo!
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  7. Oie Lelê...
    Parabéns pela resenha.. apesar do livro não fazer meu Genêro gostei bastante da tua opinião sobre!
    Mil beijinhosss

    www.cantodadomino.blogpost.com.br

    ResponderExcluir
  8. oi flor, que legal trazer sua opinião sobre essa história, confesso que sempre que digo a mim mesma "vou ler" acabo protelando! sempre protelo! creio que preciso remediar isso, não? eu creio que será um jeito diferente de contar uma história de amor
    afinal sua opinião vale muito para mim!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi Lele!

    Gostei bastante da resenh e é muito legal essa parte que a autora aborda a parta da invasão da emprensa nas vidas dos famosos, interessante! Parece que você gostou bastante, né? Bom, fiquei com uma pulga atrás da orelha! Beijos e até a próxima!!

    lendoferozmente.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Ah..eu sou uma romântica incurável!!!rs
    E desde o primeiro livro, é namoro exclusivo!
    Também gosto dessa jogada..da mocinha, do sedutor e de quebra, jogador. E claro, da parte hot que a trilogia promete.
    Sem contar essa pegada de realidade, mídia, exposição..e diferenças!!
    Lerei com certeza...
    Beijo

    ResponderExcluir
  11. Oi Lelê :D

    Já estou com O jogo perfeito e Virando o jogo na prateleira, só não li ainda porque não gosto de ficar esperando continuações, assim que sair o terceiro eu compro e leio!
    A cada resenha que vejo fico mais curiosa. Gosto quando o autor intercala a narrativa entre os personagens, dá pra conhecer a história na visão dos dois, e ainda conhecer os sentimentos dele mais de perto. Adorei a resenha!

    Beijos.
    Passeando com os livros

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© To Pensando em Ler - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo