14 de abril de 2014

Resenha: Como Viver Eternamente



Título: Como Viver Eternamente

Autora: Sally Nicholls

Páginas: 226

Editora: Geração Editorial





COMPRE AQUI:  FNACAMERICANASBUSCAPÉSARAIVA















     Quando um livro começa assim, com uma lista dessa, já me ganha pela emoção. Já sei que vou chorar, mas sei que não vou me arrepender.



     Sam tem onze anos e está tratando de uma leucemia pela terceira vez.

     Na clínica onde ele recebe os tratamentos necessários, os médicos são super bacanas, assim como as enfermeiras, enfim, todos conhecem Sam. Mas tem um garoto pra lá de especial que irá deixar os dias de Sam melhores. Seu nome é Felix.

     Sam faz uma lista das coisas que quer fazer antes de morrer, e Feliz sem demora começa a realizar os sonhos malucos do amigo. Ri muito com isso!! Vocês não tem noção!!!


"Pensei que você quisesse ver a terra do
espaço. Isso você ainda não fez, né?
Pag. 192


     Sam decide escrever um livro contando sua história, sua vida, seus sonhos e sua doença. A história de um doente corajoso, um doente com um humor gigantesco.

     A Sra. Willis é sua professora, e irá ajudá-lo nessa tarefa.


"Desejei não ter começado a escrever este
livro bobo sobre estar doente. Agora
não parece mais tão divertido."
Pag. 114


     Basicamente a história é essa. Narrado em primeira pessoa, vamos acompanhando a vida de Sam como um diário escrito e vivido por ele, intercalando com suas listas, suas perguntas que ninguém responde e alguns desenhos.

     Parece simples, mas não é. Uma história riquíssima, cheia de emoção, carregada de beleza.

     A mãe de Sam é daquelas mães que raramente deixam a peteca cair, adorei conhecê-la. O pai é daqueles que escondem o medo, não por fraqueza, mas por ter medo de demonstrar o medo; um pai incrível. Bella, ah! Querida Bella, a irmã de Sam é de uma doçura admirável. Felix me deu motivos para enxergar minha vida com outros olhos. Me deu vontade de correr e fazer tudo que ainda falta fazer. A Sra. Willis me mostrou o quanto é bom ensinar; e que ao ensinar sempre se aprende.

     E Sam me mostrou o quanto é lindo viver! O quanto é maravilhoso acordar todos os dias e ser 'vivo'!


"Morrer é a coisa mais boba de todas. 
Ninguém lhe conta nada. Você faz
perguntas e eles tossem e mudam de assunto."
Pag. 19


     Quero deixar claro que este livro não fala de morte. Ele fala da vida de Sam, e automaticamente nos vemos nele. De alguma maneira louca a autora faz com que o leitor se veja pelos olhos de Sam. 

     É como se ele dissesse: "E aí, já realizou mais um sonho hoje?"

     Nem preciso dizer que a narrativa de Sally é incrível. Sem drama nenhum, mas sim com muita alegria. Esse é o jeito Sally de escrever. Não abusa de detalhes, usa somente o necessário para descrever uma cena, um momento, um local ou uma pessoa; o suficiente para fazer com que possamos imaginar o que ela quer. O resto fica por nossa conta.

     É impossível não se emocionar, mas ao mesmo tempo não há tristeza. Nao é o tipo de livro que te derruba, e sim te levanta!!

     Não é fácil descrever todos os sentimentos que tive durante a leitura... não é nada fácil falar sobre "Como Viver Eternamente" sem que os olhos se encham de lágrimas novamente, mas é muito fácil saber que este será meu querido eternamente.

     Este livro está indicado para adolescentes, porém acredito que todos devam ler, independente da idade. Principalmente aquelas pessoas mais velhas que adoram reclamar da vida e chorar de barriga cheia. Ser feliz é bom, viu?!

     A diagramação é perfeita, linda mesmo. O meu livro é este da capa acima, ou seja, a capa antiga. A Geração Editorial lançou recentemente a nova edição de "Como Viver Eternamente" com a nova capa, que por sinal é linda. Até pensei em adquirir o livro com a nova capa, mas me apaixonei tanto pelo meu Sam, que não irei trocá-lo, quero o meu mesmo.




(capa nova)



Enfim, LEIA!!! Acho que é só isso que posso dizer.





43 comentários:

  1. Eu vi um filme dias desses com esse mesmo tema e gostei muito, eu já conhecia esse livro de muito tempo atrás mas não tinha lido nenhuma resenha, e hoje sei que quero ler e me emocionar muito com a história.

    ResponderExcluir
  2. A lista é matadora mesmo! Admiro bastante o catálogo da Geração, eles tem livros excelentes e minha lista do que quero ler da editora já está enorme. Quanto ao livro, fiquei muito interessado, eu tenho um fraco por livros do gênero, não consigo lê-los sem trazer a coisa toda "pra mim" e acho que boa parte do impacto que eles causam está exatamente nisso, e fiquei encantado por sua resenha, tenho simplesmente de ler!

    Grande abraço.

    http://www.pontolivro.com

    ResponderExcluir
  3. Meus Deus!!!
    Como eu ainda não conhecia esse livro, Lele? Diz pra mim?
    Que lindo! Preciso dele! Muito!
    Você acabou comigo com essa resenha linda. Adicionei ao meu skoob,claro!

    Bjs!
    Zilda Peixoto
    http://www.cacholaliteraria.com.br

    ResponderExcluir
  4. Esse livro é tão perfeito. Escrito de um jeito tão simples, mas que emociona de uma forma tão incrivel, um dos meus favoritos *-*

    ResponderExcluir
  5. promete ser uma leitura pra encher o olho de lágrima página à página!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Parece ser mesmo um livro lindo...pensei que seria algo bem simples e triste, mas agora, lendo sua resenha, percebo que é uma estória sobre a vida, alegrias e sonhos. Fiquei muito interessada, parece ser muito inspirador. Adicionei á minha lista! :)

    ResponderExcluir
  7. Eu tô encantada. E emocionada ='(
    Adicionando ele na minha estante do Skoob, tá vendo porque eu venho sempre aqui?
    Porque vc consegue emocionar só em uma resenha.
    Esse parece ser um livro lindo. Não quero nunca ficar doente (Deus nos livre!), mas adoraria ter um amigo como feliz. Eu também tenho lista de coisas que não fiz, coisas que quero fazer. Tomara que dê tempo...
    Por que sempre deixamos a vida pra amanhã?

    Beijos

    www.reticenciando.com

    ResponderExcluir
  8. Oi Alessandra!
    Ainda não li este livro, mas tenho ele em minha estante... parece muito emocionante! Pretendo lê-lo em breve... também tenho a versão antiga, mas me apaixonei pela capa da 2ª edição! É linda!!!
    Bjus...
    Paty Algayer - http://www.magicaliteraria.com/

    ResponderExcluir
  9. Que resenha linda, Lê <3
    Já estava com vontade de ler esse livro e agora triplicou. Eu gosto de livros que emocionam, ainda mais com temáticas fortes assim. Eu choro até em comercial fofo, imagina com um livro de carga dramática forte? Vou encher baldes.
    Gostei da capa nova, mas a antiga é tão linda que me fascinou mais.
    Beijos lindona <3
    Coisas de Meninas

    ResponderExcluir
  10. Adoro esse tipo de história e nunca deixo de me emocionar quando leio uma assim.... Não conhecia o livro e quero muito lê-lo. Adorei a resenha.

    ResponderExcluir
  11. Ah!! Adorei a história e sempre que leio eu me emociono e acabo por me arrepender de ler, pois me deixa numa tristeza........ :(

    ResponderExcluir
  12. Oiee ^^
    Esse foi um dos melhores e mais emocionantes livros que eu já li, é uma história e tanto. Félix é um dos melhores personagens que eu já vi ♥
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Nossa achei linda a estória deste livro, belíssima resenha, parece ser linda estória, louca p comprar este livro

    ResponderExcluir
  14. Parece ser um livro incrível. Vou ler rapidinho.

    ResponderExcluir
  15. Livros assim me cortam o coração, só pelo fato de ter uma criança eu amoleço... Agora uma criança doente é muito mais impactante pra mim. Tenho certeza que esse é o tipo de livro que não tem como parar de ler e que a única coisa que temos é a emoção de acompanhar as personagens!

    ResponderExcluir
  16. Nossa Alê esse livro parece ser realmente lindo, como você disse uma história que não fala de morte, mas sim de vida, de sonhos a serem realizados. Amei o fato de ser narrado em primeira pessoa, isso nos proporciona a oportunidade de conhecer o Sam ainda melhor. Seus pais também me chamaram a atenção, sua mãe parece ser uma mulher bem forte. A capa do seu livro é linda, gostei mais dela, do que da nova capa, hehehehe.

    Beijos!

    Meu Diário

    ResponderExcluir
  17. Eu vi o booktrailer que a editora disponibilizou e adorei, quero muito ler esse livro, estou ansiosa e eu sou chorona hahaha com certeza irei chorar muito e essa capa é perfeita!

    ResponderExcluir
  18. Adorei sua resenha! Já vi tantos comentários bons sobre esse livro que já tô ansiosa pra ler!

    ResponderExcluir
  19. Olá Alessandra,

    Só leio resenha positivas desse livro e a minha vontade de ler só aumenta, acho que não precisava mudar a capa, mas ambas são bonitas...abraços.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  20. awn.. obrigada por essa resenha maravilhosa! sem duvidas, e um bom livro e quero muito ler !

    ResponderExcluir
  21. Nossa alem do livro ser lindo é muito bom, amei a resenha, fiquei torcendo para ter spoilers rsrsrs
    estou super curiosa e anciosa para ler este livro, espero ser a sortuda rsrsrs

    ResponderExcluir
  22. Ao ler um pouco sobre a estória de Sam lembro muito de dois livros que já li : Extraordinário e A culpa é das estrelas.
    Nenhum dos dois me fez chorar, mas fiquei emocionada só de ler a resenha então creio que Como viver eternamente é mais triste, mas também sensível. Eu nem sei o que esperar, porque já li tanta coisa que temo estar sabendo demais e acabar me frustrando.
    Eu quero conhecer esta estória. Já vi o BT e gostei muiti também.
    Acho que este livro é para todas as idades.
    Eu leio livros infantis, infanto-juvenis, new adult... tendo boas recordações to dentro, hehehe.
    Adorei a resenha. Bjs

    ResponderExcluir
  23. Que Linda, adorei a resenha to louca pra ler, vc consegui despertar ainda mais a minha vontade de ler este historia que parece ser de uma grande sensibilidade.
    Bjsss!!!

    ResponderExcluir
  24. Eu qro mto ler, mas sei que vou chorar!!!!!! Tenho certeza que vou... rs...
    esses autores adoram brincar com a gente, pobres leitores viciados, que mesmo sabendo do que há por vir, a gente começa... a gente lê... e continua lendo... rs...

    A resenha está muito boa, com ótimo detalhes....
    Concordo com você, a capa nova é realmente linda, mas eu prefiro a antiga também!! =D

    naschimpf@gmail.com

    ResponderExcluir
  25. O livro parece ser ótimo, bem emocionante, estou bastante interessada em ler!

    ResponderExcluir
  26. Às vezes basta uma página para a gente se apaixonar por um livro, as duas capas são lindas fica difícil optar por uma e a história parece ser realmente emocionante, do tipo que não deixa o leitor parar enquanto não acaba de ler.

    ResponderExcluir
  27. Adorei a resenha, e as páginas do livro. Tão fofinha, fui procurar outras fotos da páginas e me apaixonei! Sem falar que adorei a capa, ou devo dizer as capas, pois as duas são lindas.

    ResponderExcluir
  28. Só de ler a sua resenha já dá vontade de ler de novo. Esse foi um dos livros mais bonitos que já li. Belo, incrível, tocante e traz mensagens maravilhosas.
    Sem dúvidas, foi um excelente lançamento da Geração Editorial.
    Adorei a sua resenha.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de Maio

    ResponderExcluir
  29. Livro incrível quero viver-lo eternamente apenas lendo-o!

    ResponderExcluir
  30. Ainda não li esse livro mas o que já li de elogios são incontáveis.
    Pela capa eu não imaginava que o livro se tratava desse assunto, o câncer. Quero muito conhecer esses personagens tão corajosos e fortes, porque não é fácil lidar com essa doença, ainda mais em uma criança, e sendo seu filho então? triplica o sentimento.
    Necessito urgentemente deste livro na minha vida e na minha estante.
    Bjokas!

    ResponderExcluir
  31. Oi Lêh , tudo bem ???
    Já conhecia esse livro mas ainda não li , são várias resenhas positivas desse livro e cada vez que leio me deixa mais curioso , a premissa dele é bem interessante pois descobrimos a vida de uma pessoa com câncer e sabemos que não é muito fácil acabar descobrindo que você tem essa doença e aliás para uma criança ! O lançamento dessa editora foi ótimo e estão melhorando cada vez mais ! Através dele nos mostrar um pouco da vida do garoto nos trás uma boa lição na vida ... Espero ler em breve :)
    Beeijos !
    Um Grande Vício Literário | Compartilhe Seu Vício

    ResponderExcluir
  32. Sua resenha ficou muito boa. Fiquei bem mais curiosa pra ler esse livro. Ps: Gostei mais da capa nova. Um beijo, Lêh!

    ResponderExcluir
  33. Aaaah Lelê, já vi tanta resenha positiva sobre esse livro, mas tanta, o que só me deixa mais doida por ele ainda, porque eu já me apaixonei quando vi a capa (a nova) junto com a sinopse e a cada resenha parece que a história é realmente maravilhosa, fico imaginando o quanto ela deve ser emocionante, até porque a doença tratada na história é uma doença bem triste, mas fico bem feliz em ver que a autora não tratou a doença de forma dramática e tristonha, é bom que ela escreva de forma feliz e nos faça ver como nossa vida é ótima através da sua história, pois tem muita gente que reclama de barriga cheia, eu às vezes reclamo também, enfim, eu quero muito ler esse livro, poxa, vou chorar porque não posso comprar ele :'(

    Beijos :*
    Larissa - Srta. Bookaholic

    ResponderExcluir
  34. Não sei nem o que dizer, porque tudo já foi mencionado ai encima,resenha positiva, apaixonante, emocionante ,desejo crescente de ler o livro...

    ResponderExcluir
  35. Oi!!! Tudo bem? Só leio resenhas positivas sobre o livro e fico aqui morrendo de vontade de ler. Pela sua resenha, parece ser uma história linda e eu tenho certeza que vou chorar e MUITO ( sempre choro! Rsss)!

    Beijos

    Mari
    Cantinhodeleituradamari.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  36. Deu pra chorar só lendo a resenha, preciso desse livro, parece ser mt bom, gosto desse tipo de história e a narrativa por crianças sempre me atrai.
    Amei a resenha, me emocionei. Bjs

    ResponderExcluir
  37. Confesso que livros que abordam pessoas com doenças terminais não me agradam muito e, se essas personagens forem crianças ou adolescentes, menos ainda. Mesmo assim, às vezes, me arrisco a ler algo assim, principalmente quando a narrativa é bem leve. Essa listinha inicial é realmente de cortar o coração. O que achei legal nesse livro é que ele não é depressivo. Sabemos o que vai acontecer, mas nem por isso nos sentimos tristes.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  38. Realmente parece ser um livro muito emocionante. Fiquei super curiosa pra ler. Não sabia que era um relançamento, adorei as duas capas.

    Bjok

    ResponderExcluir
  39. Oiii..
    Achei a capa nova mais bonita. Já havia dito que a diagramação estava perfeita também
    Que bom que gostou, este livro tem encantado muitos por aí.
    Quero muito ler.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  40. Nossa!!!! Deve ser muito bom e emocionante este livro!!!
    Louca para ler!!!! *____*

    ResponderExcluir
  41. incrivel, ansiosa para ler o livro

    ResponderExcluir
  42. Ai ai..vi uma postagem sobre esse livro no mundo literário e não podia deixar de vir ver sua resenha!!!E pra variar, foi emocionante! Mesmo com tantos livros ou filmes sobre o tema, é sempre gratificante,emocionante e porque não, um tapa na cara de muita gente que se considera acima do bem e do mal né?
    Queria ter mais dessa garra, mas sei das minhas limitações!!!!
    Quero ler...como quero!!!
    Um beijo

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!