Resenha: Quando eu era Joe


Título: Quando eu era Joe

Autora: Keren David

Páginas: 318

Editora: Novo Conceito




COMPRE AQUI: FNACBUSCAPÉSARAIVASUBMARINO












     Deve ser bem difícil sustentar uma mentira, se esconder e continuar mentindo.


"É cerca de meio-dia quando acordo e não
me lembro de onde estou e por que estou
dividindo um quarto com minha mãe."
Pag. 16



     Estou sem palavras. Um livro muito confuso, mas que na verdade não é; mas a vida desse garoto sim.

     Tyler vivia no subúrbio de Londres com sua mãe e sua avó. Parecia ser um bom garoto. Acho que ele era sim um bom garoto; talvez um pouco perdido, ou talvez com baixa autoestima. Tyler tinha necessidade de provar que era homem. Pena que ele queria provar isso para quem não merecia.

     A história começa quanto Ty é testemunha chave de um crime. A polícia precisa do seu depoimento para colocar os culpados na cadeia.

     Só que as coisas se complicam quando a vida dele e da sua família são ameaçadas.
     Alguém está atrás dele.

     E então a polícia encontra uma solução temporária. Tyler e sua mãe são levadas para outra cidade. Eles ganham novas identidades, moram em uma nova casa; tudo novo. Agora Ty passa a ser Joe. Um garoto sério, popular, lindo, amado pelas meninas, invejado por alguns meninos, mas um ótimo amigo para todos. Realmente uma nova vida cheia de possibilidades. Pena que tudo isso é mentira.

     Ty/Joe me deixou com sentimentos muito contraditórios. Gostei dele, mas não confio nele. Sinto que ele tem bom coração, mas seus segredos me deixaram nervosa. E suas explosões me deram uma tremenda vontade de dar um puxão em suas orelhas.

     Ao mesmo tempo que ele ofende, ele agrada. Garoto bipolar!!

     Bom, como não amar essa confusão toda??? Diz pra mim como vou sobreviver sem o próximo livro?

     Agonia manda lembranças.

     Quanto a edição: Gostei da capa com esses espirros de sangue. A diagramação está ótima, a fonte tem um tamanho muito agradável.

     Os capítulos são curtos, mas garanto que parar de ler é quase impossível. É o tipo de livro "Só mais um capítulo".

     É narrado em primeira pessoa, por Ty/Joe, e mesmo assim não é o tempo todo que temos acesso a sua mente. Só quando ele deixa mesmo.

     Quanto aos outros personagens eu garanto que o sentimento de amor e ódio se estende à eles também. A mãe de Ty/Joe, uma hora eu não gostava dela e no momento seguinte eu sentia certa simpatia. A mesma coisa com alguns de seus amigos.

     Enfim, a única coisa que tenho certeza é que curti a leitura e vou continuar a ler a série alucinadamente!

21 comentários

  1. Parabéns pela resenha...... Ele livro me deixou curioso...

    Está na minha lista de desejo...

    ResponderExcluir
  2. oi Lê, não sou chegada a suspenses nem muito menos a livro tão sérios por assim dizer, mas algo me cativou em Ty/Joe, não sei se é a situação em que ele se encontra, mas sinto a agonida dele e por ele!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Gosto muito desse estilo literário, mas sempre dou prioridade a outros estilos, então, quase nunca leio..... Contudo, às vezes sinto uma necessidade enorme de ler algo desse gênero, de modo que fiquei bastante tentada a ler esse livro. Parece ser bem interessante.... Afinal, temos crime, ameaça, perseguição, fuga, mudança de identidade e até de "personalidade" do protagonista.... Bem intrigante!!!!!

    ResponderExcluir
  4. Um livro cheio de cores, hein? Curti, depois da alta dose de chick lit (overdose na verdade) que experimentei recentemente, preciso de uns livros assim. rs
    Ando exagerando nas doses dos gêneros ao invés de intercalar rs

    "Garoto bipolar!!" Como não amar uma montanha russa? Garotos perfeitos são tediosos e não gera livro hehehe

    Milhões de beijos

    www.reticenciando.com

    ResponderExcluir
  5. Que resenha misteriosa Lele! Mostra seus sentimentos quanto à leitura sem revelar a história, fiquei curiosa!
    Também curti a capa. Mais um desejado!

    ResponderExcluir
  6. Sua resenha está ótima e me deixou com muita vontade de ler o livro. Já está anotado para leitura neste semestre.

    ResponderExcluir
  7. Noossa estou super curiosa pra ler esse livro, amo obras com premissas assim e adorei o fato de ser em Londres ♥ hehehe. Pena que o Joe é um garoto bipolar, espero que eu consiga suportá-lo! hahahaa

    Beijos!

    Meu Diário

    ResponderExcluir
  8. Não sei pq a primeira vez que vi a capa achei que o livro era sobre transexuais ahha, nada a ver.
    Enfim, gostei muito da historia, adoro historias que tenham pessoas em programa de proteção a testemunhas. Lerei com ctz!

    ResponderExcluir
  9. Lele!
    O livro realmente tem um enredo interessante e aguça nossa curiosidade na leitura.
    A capa é linda e bem diferente, o que nos dá uma impressão de um livro excepcional.
    Muito boa leitura.
    Semaninha de luz e paz!
    cheirinhos
    Rudy
    Blog Alegria de Viver e Amar o que é Bom!

    ResponderExcluir
  10. A capa não me atraiu, mas a resenha me deixou com vontade de ler. Nunca li nenhuma história parecida, parece ser uma leitura que prende a atenção!!

    ResponderExcluir
  11. Parece ser um livro que desperta muitos sentimentos contraditórios no leitor, principalmente pelos personagens! Desde que vi este livro pela primeira vez, fiquei com vontade de ler e agora fiquei mais interessada ainda, após ler sua resenha. O enredo é bem interessante, cheio de segredos e mentiras que me deixaram muito curiosa! Espero ler em breve!

    ResponderExcluir
  12. Adorei a resenha!!!! Já fiquei com vontade de ler o livro!!!

    ResponderExcluir
  13. Uma série? '--' achei que era um livro só hahaha' Que bom que curtiu, pois já estou a tempos de olho nele. Beijão <3

    ResponderExcluir
  14. Também gostei muito do livro e vou seguir a série. Não gostei da mãe do muito infantil, não despertou minha simpatia em momento nenhum como fez contigo.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  15. Já estava curiosa para conhecer esse livro...
    Sempre me interesso em leituras que envolvem um suspense. Mais uma série para acompanhar agora.

    ResponderExcluir
  16. Ansiosa pra ler, o livro parece ser bem interessante!

    ResponderExcluir
  17. Estou interessada nesse livro desde que o vi como lançamento. A premissa é bem diferente e depois da sua resenha, é inegável que a escritora conseguiu desenvolver uma trama onde confiar é a última coisa que você deve sentir pelo personagem. Estou curiosa para conhecer essa história, acho difícil eu não gostar!

    ResponderExcluir
  18. Lele, você tocou no principal em relação ao Tyler: "Gostei dele, mas não confio nele", é exatamente assim que acho que ele tem que ser encarado: apesar de a gente torcer e simpatizar com ele, sabemos que ele não nos conta toda a verdade, então ficamos imaginando o que aconteceu...

    Mal posso esperar pela continuação!

    http://www.pontolivro.com

    ResponderExcluir
  19. Adorei sua resenha.
    A história parece realmente muito boa, a única coisa que eu não gostei foi da capa, que deixou um pouco a desejar.

    ResponderExcluir
  20. Confesso que esse foi um dos lançamentos que não me chamou tanta atenção assim. Lendo a sua resenha, passei a vê-lo com outros olhos. Gosto quando as personagens nos deixam nessa montanha russa de sensações. Uma hora amamos, outra odiamos. Então, acabei ficando com uma pontinha de curiosidade.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...