Resenha: Ausência



Título: Ausência

Autor: Flavia Cristina Simonelli

Páginas: 279

Editora: Novo Século - Selo Novos Talentos

Compre aqui: CULTURA











     A autora se superou muito neste livro. Seu primeiro livro, Paixão e Liberdade, que eu já li e resenhei é muito bom, mas este é ótimo.
     Ausência trata de assuntos sérios e doloridos para qualquer pessoa.
     Ervin, professor de literatura, um homem viajado, culto, o tipo de homem que todos se inspiram, vinha sofrendo de constantes esquecimentos e confusões mentais há anos, mas sua esposa Margarida e sua filha Natasha achavam que fosse só coisas da idade.
     Porém Ervin deixou de ser um homem amável, passando a agredir verbalmente não só os familiares, mas também seus alunos. E isso começou a preocupar a todos.


"As ruas, desconhecidas vias de um labirinto,
não lhe indicavam direção alguma. A única
saída seria perguntar a alguém onde ficava
aquela rua, sem revelar que lá vivia há 
mais de 40 anos."
Pag. 58


     Depois de muita insistência de Margarida e Natasha, Ervin aceita se consultar com um neuropsiquiatra.
     Daniel, que já tinha vivido e sofrido de perto com a doença de Alzheimer da sua avó, aceita tratar de Ervin.


"Mas a maioria olha com medo, com
espanto, como se meu pai fosse louco.
Como se ele fosse uma ameaça."
Pag. 132


     Dr. Daniel, um psiquiatra renomado, casado com Milene e pai de dois garotos, se vê envolvido demais com o caso. E a relação médico-paciente, ultrapassa todos os limites. Principalmente porque Daniel vê em Ervin a mesma situação da sua avó. E isso para ele é muito difícil.



" - Mozart... Ah, a música é o consolo.
Mas estou... - esfregou as mãos e
entrelaçou os dedos - Estou perdendo
meus pensamentos."
Pag. 126


      O livro fala de Alzheimer, amor, paixão e traição de um jeito muito bom de ler.

     A narrativa flui suave, mas ao mesmo tempo envolvente. É escrito em terceira pessoa, acompanhando a história de seus personagens bem de perto.
     Um sofrimento enorme acompanhar a progressão da doença de Ervin e a dor de Margarida se sentindo culpada e impotente ao mesmo tempo.
     Quanto a paixão e traição de Daniel, algumas horas eu torcia, outras eu odiava, mas o final foi perfeito na minha opinião.


"Existem momentos na vida em que todas
as ruas se cruzam, desconhecidas, como
vias de um labirinto que não levam a
lugar algum."
Pag. 245 


      A capa é super significativa e linda. A diagramação é simples, mas com um conteúdo tão completo, não precisa de nada mais.

     Mais uma vez me emocionei muito com a autora; que tem o poder de tocar diretamente na emoção de quem está lendo.

     Eu adorei e recomendo para todos!! 




34 comentários

  1. Adorei a resenha, já tinha visto falar desse livro mas não sabia que se tratava sobre Alzheimer, quero muito ler, perdi uma tia para essa doença, e sempre que tem documentário sobre ela gosto de assistir.

    Beijão

    ResponderExcluir
  2. Eu também já li Paixão e Liberdade e gostei. Não sabia que ela havia publicado outro livro.
    Gostei da história, mas não acho que esteja numa situação para ler algo assim agora. Quer coisas mais alegres e tudo rosa hahaha

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. A capa já dá uma idéia do que iremos ler. É totalmente expressiva. O tema do livro é muito conhecido nos dias de hoje: uma doença que vai minando a pessoa aos poucos, pois sua memória se deteriora para tempos atuais mas conserva o passado quase intacto. Tenho alguém com Alzheimer na família, e sei como sofrem os familiares. A resenha está ótima.

    ResponderExcluir
  4. OI Lele, to com um livro da mesma autora aqui pra ler nem li ainda por falta de tempo e pq a fila tá grande, mas tah me convencendo a pegar ele logo pq esse novo da autora parece mt emocionante, quero ler tbem haha rs
    bjs

    ResponderExcluir
  5. Eu não fui muito...hum..não fiquei interessada nesse livro quando vi. Mas vi que era bom. É um livro bom mesmo, só não chama minha atenção porque não sou muito afim de livros assim. Não...sei lá, acho que leria, mas não sem alguém me dar ele. Comprar eu não teria vontade =/

    ResponderExcluir
  6. Não sabia desse livro; a capa é muito linda e sugestiva mesmo, apaixonada *-*. Acho que Alzheimer é um tema delicado, que mexe com muitas pessoas ao mesmo tempo; isso nunca aconteceu com ninguém da minha família, pelo menos ainda não, mas tenho amigos cujos pais ou eles mesmos já sofreram com isso. Por isso é sempre admirável encontrar um autor que saiba lidar com um assunto assim de uma maneira satisfatória, sem parecer forçado demais. Fiquei muito interessada, mas não desesperada pelo livro.

    http://queridos-sapiens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. nossa esse livro deve ser uma fofura *u* adorei a resenha, gosto muito de livros assim
    sem contar que a capa é bem legal.

    ResponderExcluir
  8. LINDO LIVRO! AMEI TANTO A CAPA QUANTO A RESENHA! PARTICIPANDO DA PROMOÇÃO!

    ResponderExcluir
  9. pela resenha deve ser daqueles livros que pegamos e devoramos ... A capa é linda, atrai a atenção.

    ResponderExcluir
  10. Gente do ceu! Eu quero esse livro! Meu pai sofre dessa doença e um livro que trata desse assunto muito me interessa. E pela resenha que vc escreveu deve ser muito bom.
    Beijos
    Adriana

    ResponderExcluir
  11. A capa me chamou atenção, não pela beleza, mas por prometer uma leitura intensa.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  12. Essa capa realmente é linda o tema para mim é muito forte... mas fiquei super curiosa sobre o livro e descobri como termina essa relação paciente e médico.

    ResponderExcluir
  13. Tava super curiosa por uma resenha desse livro. Adorei !! eu quero eu quero !!

    ResponderExcluir
  14. Acho o tema abordado nesse livro muito interessante. Somente aqueles que tem um familiar ou amigo com essa doença, é que sabem realmente do que se trata e o quão difícil é atravessar esse período conturbado. Como identificar os sintomas da doença e o que fazer para minimizar seu progresso para o paciente. Estou muito curiosa para ler esse livro, afinal é uma história pungente mitigada por um romance e com um caráter excessivamente informativo (acredito eu). A propósito adorei a resenha.

    ResponderExcluir
  15. Com certeza, não é um tema fácil de ser abordado, mas pelo que li, a autora consegui fazer isso com maestria.
    Ainda não tive o prazer de ler nada dela, mas me interessei muito!!
    Quero muito ler esse livro e me emocionar também..rs

    Beijos

    ResponderExcluir
  16. A capa do livro é bonita pela simplicidade.
    Esse livro deve ser muito bom, e o tema é muito delicado.
    É um livro para fazer chorar... muito lindo!

    ResponderExcluir
  17. A capa é bonita mesmo simples... Estou louca para ler ele,o tema é delicado... Amei a resenha. Beijos

    ResponderExcluir
  18. Ainda não li nenhum livro dessa autora, mass pela resenha fiquei super curiosa pra ler sobre esse mal de Alzheimer, amor, paixão e traição! pelo visto será impressionante!

    ResponderExcluir
  19. Ainda não pude ler o livro, mas fiquei realmente curiosa, adorei a resenha.

    ResponderExcluir
  20. A capa do livro já é bem sugestiva, aquela cadeira no canto da sala me lembrou o vazio mas também remeteu à ideia de uma castigo. Eu já tinha lido uma outra resenha sobre o livro e acho que seria o tipo de leitura que eu aprecio, já está na minha lista de desejados.

    ResponderExcluir
  21. Resenha linda. *-*
    Tenho muita vontade de ler esse livro. Deve ser muito interessante :)

    @tairine_m

    ResponderExcluir
  22. Parece ser bem interessante a forma que é retratada e até mesmo divulgada a doença. Fiquei curiosa também em ver a relação de emoção que o psiquiatra acaba tendo.

    ResponderExcluir
  23. Lindo! Estou louca pra ler esse livro. Ele parece ser bem envolvente e emocionante. A capa do livro chamou bem a atenção, super significativa mesmo.

    ResponderExcluir
  24. Nossa!!! Deve ser espetacular! Quero ter o prazer de lê-lo e me emocionar, assim como você! :)

    ResponderExcluir
  25. Amei sua resenha, fiquei com mais vontade ainda de ler o livro!!
    Participando pra ganhar!

    BJO

    ResponderExcluir
  26. Lele!
    O livro deve ser muito bom por abordar tema tão real. Estou com um caso desse na família, uma tia a quem amo como mãe e tem vezes que ligo e ela nem sabe quem sou eu... triste.
    Bem interessada em ler.
    Parabéns pela resenha.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  27. Tenho lido muitas resenhas positivas sobre este livro, e a cada resenha sinto mais vontade de lê-lo!

    ResponderExcluir
  28. Ainda não conhecia esse livro, mas me empolguei muito com a resenha.
    Histórias que tocam o coração, te fazem sentir a vida, me encantam. Adoro livros assim.

    ResponderExcluir
  29. Nossa. nunca tinha ouvido falar de um livro como esse antes e sinceramente eu gostei muito. quero ler.

    ResponderExcluir
  30. Oi gostei muito da sua resenha, e da historia do livro tambem, fiquei curiosa pra saber quem o Dr. Daniel trai. O livro é sobre uma doença muito comum hoje em dia, o que é triste.

    ResponderExcluir
  31. Bem interessante a resenha. Deve ser um ótimo livro.

    ResponderExcluir
  32. O livro sem duvida é ótimo , mas costumo evitar livros com certos assuntos e curto mais livro sobrenaturais

    ResponderExcluir
  33. Realmente deve ser um livro ótimo, vou ler!

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...