20 de fevereiro de 2017

#Resenha: Adeus, Promessas

    
Título: Adeus, Promessas

Autora: Kristin Halbrook

Páginas: 291

Editora: Plataforma21




COMPRE AQUI: BUSCAPÉ,  SUBMARINO,  SARAIVA,  AMAZON















     Uma visão diferente sobre a cultura do estupro. Sem dúvida um livro que traz uma boa discussão e abre a mente para o questionamento de cada um.


"Mesmo numa cidade dos sonhos como essa, uma dor aperta meu coração, como a pressão do ar baixando antes de vir um tornado."
Pag. 32


     "Adeus, Promessas" é narrado em primeira pessoa no presente no presente nos capítulos que se passam no Outono, e no passado nos capítulos que contam o que houve na Primavera. eles se intercalam e ambos são lineares.

     Então desde o início o leitor sabe que algo muito grave aconteceu com Kayla, mas não o que é, só se sabe que um garoto morreu.

     Kayla vive com seus pais numa cidade pequena onde todos se conhecem, onde ela era feliz.

     Diferente das outras garotas da sua idade, Kayla não tem vontade de sair dali, ela gosta de comodidade do seu lar. Já suas amigas não veem a hora de ir para a faculdade e ir embora. Praticamente todos os adolescentes que terminam o ensino médio fazem isso.

     Kayla tem uma melhor amiga desde a infância, Jen parece ser uma garota deslumbrada, mas Kayla gosta tanto dela que não é capas de enxergar seus defeitos.

     Selena e Bean completam o grupo de amigas perfeitas e populares do colégio.

     Jay é o irmão gêmeo de Jen e também o herói dos moradores da cidade. O promissor jogador de futebol americano que todos amam. E sua família e bem poderosa por lá.

     Isso tudo nós descobrimos na Primavera. Já no Outono nós conhecemos uma Kayla que acabou de voltar para sua cidade Natal e para o colégio que estudava para terminar o último ano.

     Logo de cara percebemos que algo aconteceu e que levou Kayla para passar o verão longe de tudo.

     Ninguém fala com ela, todos a querem longe dali e a acusam de ter matado um aluno.

     Kayla diz que não se lembra do que houve naquela famigerada noite, e assim ela tenta reconquistar suas antigas amizades.

     Mas algo foi quebrado e não terá conserto até que Kayla decida entre manter o silêncio e preservar suas "amizades", ou contar o qeu sabe e sofrer as consequências disso.


" - Eu sei. Mas sempre quis ficar aqui. Eu sei que deveria estar... sei lá, me encontrando. Tentando achar meu lugar no mundo. Ou algo assim. Mas sempre soube que meu lugar é aqui."



     Nunca tinha parado para pensar pelo ponto de vista de alguém que não fosse a vítima, e é justamente isso que leva à discussão.

     É muito fácil julgar. Não estamos na pele de quem está sofrendo com este problema.

     Falar que somos justos e fazemos o que é correto é fácil; mas será mesmo?

     Ainda mais quando a pessoa que está passando por isso ainda é adolescente, época em que a aprovação dos amigos é tão importante.

     Enfim, um livro incrível e indispensável para todas as pessoas.

     Algumas vezes a protagonista irá te deixar irritado, outras você até entenderá, mas o importante é saber que pessoas são diferentes. Sempre.

     O trabalho da Plataforma21 é sempre um arraso. A capa é linda e a diagramação é perfeita.

     Adorei tudo e recomendo a leitura!




























10 comentários:

  1. Parece ser uma história das boas!Gosto muito desta mistura, onde o passado brinca com o presente e um segredo sempre pode mudar ou não, tudo e todos!
    E essa pegada de realidade, da aceitação entre os amigos, do descobrir de segredos..é tudo muito bom!
    Lerei se puder!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Lelê, interessante relacionar presente e passado com as estações do ano.Legal o mistério na vida dá Kayla e uma grande curiosidade de quem matou o menino fica nos instigando,ainda mais quando todos a acusam,com certeza uma obra que desejo conferir,realmente incrível é melhor ainda que a protagonista é adolescente período esse cheio de questionamentos e conflitos.Amei a capa.😘❤

    ResponderExcluir
  3. Oi, Lelê!!
    O livro parece ser bem interessante. Gostei bastante da premissa dele. Não lembro de ter visto alguma outra resenha sobre esse livro. Adorei a indicação.
    Beijoss

    ResponderExcluir
  4. Gostei desse livro por umas coisas que já vi dele. Ele parece ter uns temas interessasntes e acho legal que já comece deixando a gente curioso pra saber o que aconteceu com a garota.
    Achei interessante isso que falou sobre o lado do agressor, porque também nunca parei pra pensar em quem não fosse a vítima...deve ter sido bem diferente.
    E tem tantas dessas questões difíceis da adolescência...deve ser um bom livro por discutir e fazer pensar nessas coisas. Gostaria de ler.

    ResponderExcluir
  5. oi Lelê, mais uma dica super bacana, eu ainda não conhecia o livro, mas ja estou curiosa!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Adorei!!
    Conhecia por nome só, enredo parece bom msm...
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Estou sempre ligada em assuntos que remetem à ao estupro e a banalização, conformidade e/ou culpabilização da vítima (mesmo isso me destruindo e me deixando mal durante dias), entretanto, realmente nunca tive contato com algo assim, em que temos o ponto de vista de terceiros.

    Achei muito interessante e vou anotar.

    ResponderExcluir
  8. Lê!
    Infelizmente não é apenas nos EUA que a cultura do estupro joga a culpa na 'menina', aqui no Brasil é assim também, agora imagina quem não passou por isso, mas assistiu e ainda é acusada de ter matado um dos garotos estupradores? Situação bem complicada, mas o livro é bom porque podemos discutir sobre o assunto.
    “Saber encontrar a alegria na alegria dos outros, é o segredo da felicidade.” (Georges Bernanos)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de FEVEREIRO, livros + KIT DE MATERIAL ESCOLAR e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  9. O enredo é ótimo e fala de um assunto que deveria ser mais discutido e tratado com maior importância, com certeza vou adicionar ao meus desejos de leitura.

    ResponderExcluir
  10. Oi lele! Faz tempo que estou de olho neste livro e adorei saber que traz uma história tão interessante. Eu quero! Bjos!!!

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!