#Resenha: O Arauto





Título: O Arauto

Série: Os Dois Mundos - Livro 01


Editora: PenDragon


Autor: Licínio Arantes Neto a.k.a L.N. Arantes


Número de páginas: 406


Compre aqui: SUBMARINO



Um membro da Guarda Sagrada de Nistia desapareceu no Norte, terra profana e hostil. Para mostrar força perante os inimigos, um sábio clérigo do conselho convence os companheiros de que as antigas tradições do Livro Guia, que no passado os resguardava, devem ser novamente seguidas. O Grão Sacerdote, líder político e espiritual máximo de Ghandar é contrário aos velhos costumes, pois entende que deles advém apenas o mal, o que enfraquece sua liderança entre os conselheiros, que apoiam as tradições do Livro Guia. Um jogo de intrigas, conspirações e desejos de poder tem início. No meio dele é inserido um jovem paladino, que acima de tudo anseia ser membro da Guarda Sagrada, uma classe de guerreiros paladinos com o propósito de defender o clero. Seu objetivo é viajar para o Norte, e descobrir o ocorrido com seu irmão da Guarda Sagrada. Contudo, ele não sabe das armações por detrás de sua missão, nem conhece o ódio que o sábio clérigo e o Grão Sacerdote nutrem um pelo outro, o ódio que gerou sua escolha para desempenhar essa jornada mortal.


     Já anda virando algo normal ver a Lelê Tapias, do blog Tô Pensando em Ler, amadrinhando as minhas leituras. Tenho que confessar que ando gostando muito disso na verdade! Primeiro porque receber presentes dos amigos é sempre bom, e segundo porque a Lelê parece não errar no que me agrada. Mais uma vez tive a chance de conhecer o trabalho de um autor que não conhecia e explorar um mundo totalmente novo. E foi algo muito bom!

     O livro narra a história de Mordrel Tridius, um jovem que aspira um dia ser membro da Guarda Sagrada de sua nação, o país dos Deuses. Os integrantes dessa importante ordem militar são denominados paladinos, guerreiros consagrados responsáveis por resguardar, representar e propagar as leis e mandamentos do Clero, o centro do poder espiritual e político da nação. Contudo, um dos requisitos para se tornar membro dessa eminente ordem é desempenhar com sucesso alguma missão de grande importância ao Clero, o que Mordrel vem há tempos esperando. O que ele não sabe, porém, é que conspirações estão ocorrendo nos salões do Palácio Clerical. Jogos de interesses, desejos de poder e possíveis golpes de estado estão em curso, idealizados por um influente clérigo, que busca abolir a atual inação do Grão Sacerdote, o senhor supremo de Ghandar, e por em prática seus próprios e revolucionários ideais.

     A trama é totalmente narrada em terceira pessoa e nos faz acompanhar não apenas o paladino Mordrel Tridius, mas todos aqueles personagens que pontuam e movimentam a trama. A narrativa é bastante densa e detalhada, porém bastante agradável e instigante. Essa não é uma daquelas histórias de fantasia mais leves e ágeis - as quais também me agradam bastante - mas do tipo que aconselho ser consumida com calma e atenção para maior absorção dos detalhes que permeiam as páginas de O Arauto.


     Esse caráter detalhista citado acima é responsável por criar além de personagens com um bom aprofundamento, um cenário rico e diálogos muito bons. O enredo criado por Licínio é muito bem estruturado, com pontas amarradas e bastante inteligente. O autor consegue mergulhar no que há de melhor em obras de fantasia medieval, mas também se questionar sobre questões que tocam também a realidade, como confronto de opiniões, culturas, crenças, ensinamentos e questões raciais.

     A parte gráfica do livro não tem nenhum grande destaque fora a capa muito bem ilustrada, mas também não possui nenhum demérito. A diagramação é simples, com páginas amareladas e as letras bem espaçadas. Como bom livro fantástico O Arauto possui mapas e anexos que trazem referências e informações sobre o conteúdo para facilitar e auxiliar a inserção do leitor ao novo mundo.

     Se tem uma coisa que posso dizer é que o autor está de parabéns pela qualidade da obra produzida. Se continuar a produzir materiais desse quilate não irá demorar muito a ter seu valor reconhecido. Uma leitura mais que recomendada para quem está procurando uma trama mais profunda, mas que não dispensa a ação e a aventura que a fantasia tem a oferecer!










http://www.multiversox.com.br/














7 comentários:

  1. Gosto muito do gênero e é bom ver e ler que ainda tem muita coisa boa no mercado literário!!
    Isso de mais do mesmo sempre cansa...
    Como não conhecia o livro, fiquei encantada com a capa e o enredo.
    E lerei se possível!
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Oii Ace!
    Menino eu adorei esse livro! Gosto qdo o autor envolve cada personagem na história, assim a gte não fica perdido, enredo mto bom, a capa nem preciso dizer q eh linda né...Preciso conferir!!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  3. oi Ace, quando um livro pega a gente dessa forma, envolvente assim é bom demais! pela sua resenha dá pra ver que a história é incrível!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Grande Ace, que milagre te ver por aqui.
    A trama agrada-me demais; a premissa é bem interessante. Ademais, gosto bastante de narrativas detalhadas. Isso quase sempre gera cenários ricos e bons personagens.
    Ótima dica.

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de julho. Serão quatro livros e dois vencedores!

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    É a primeira vez que leio a respeito desse livro e fiquei bem interessada! A premissa oferece uma leitura muito envolvente. Com certeza uma ótima história. Vou querer conferir. Perfeita sua resenha, parabéns. Abraços.

    ResponderExcluir
  6. que resenha maravilhosa! me deixou encantada com o livro rs
    muito bom ter algm que entende o teu gosto ne?

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© To Pensando em Ler - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo