Resenha: Star Wars - Marcas da Guerra

Título: Star Wars - Marcas da Guerra
Série: Trilogia Aftermath

Autora: Chuck Wendig

Editora: Aleph

Número de Páginas: 464


SKOOB 

Resenhado por: Ace Barros

COMPRE AQUI: SARAIVA,  EXTRA,  SUBMARINO,  BUSCAPÉ















O que aconteceu depois da destruição da segunda Estrela da Morte?
Qual o destino dos remanescentes do Império Galáctico e dos antigos Rebeldes, agora responsáveis pela fundação da Nova República?
Marcas da Guerra é o 1º livro do cânone oficial a mostrar o que acontece depois do clássico Episódio VI: O Retorno de Jedi, dando pistas sobre o que podemos esperar da nova trilogia que se inicia com o O Despertar da Força.
Nesse novo panorama galáctico, vamos descobrir que a guerra ainda não chegou ao fim... e que os traumas deixados por ela ainda serão sentidos por muitos e muitos ciclos. Capitão Wedge Antilles, almirante Ackbar, almirante Sloane, o garoto Temmin e a mãe, Norra Wexley, a caçadora de recompensas Jas Emari, o antigo agente imperial Sinjir: novos personagens e velhos conhecidos dos amantes da saga, que sempre estiveram envolvidos na luta, agora devem escolher o lado a que deverão jurar lealdade.
Deverão colocar-se ao lado da Nova República, procurando estabelecer um novo governo democrático na galáxia?
Ou juntar-se às fileiras imperiais, na tentativa de voltar ao poder absoluto depois das mortes dos lordes Sith Palpatine e Darth Vader?






     Star Wars é nome de uma paixão que nutro desde a infância. Na verdade naquela época a franquia ainda era conhecida no Brasil pelo nome de Guerra nas Estrelas - antes da padronização internacional - e foi um dos responsáveis por me fazer amar a Ficção Fantástica e universos dispares repletos dos mais diversos retratos sociais, variações ambientais e biológicas. É claro, tudo começou de uma forma mais simples: um garoto fascinado pela Força e os ensinamentos de um Mestre Yoda ainda criado por efeitos práticos, nada digital.

     Desde lá, acompanhar aquela saga e conhecer todo o universo expandido que o envolvia se tornou um hobbie, mas ainda havia uma falha grave no meu "currículo" de fã: apesar de ter consciência de todo esse conteúdo além filmes, não havia eu mesmo pego um desses livros e lido. Tudo que eu sabia vinha da experiência de terceiros. É claro que eu precisava mudar essa situação, e a chance veio quando a Lelê me presenteou com uma cópia de Star Wars - Marcas da Guerra...

     Após os acontecimentos narrado em O Retorno de Jedi, o Império Galático está mergulhado no caos. A segunda Estrela da Morte está destruída. Há rumores de que o Imperador e seu poderoso capataz, Darth Vader, estejam mortos. Na galáxia, alguns sistemas comemoram; em outros, facções imperiais apertam o cerco para manter o controle. E, enquanto a Nova República enfrenta as forças fragmentadas do Império, um solitário batedor rebelde descobre uma reunião imperial secreta, liderada pela Almirante Rae Sloane, no planeta Akiva.

    Capturado, a última esperança do Capitão Wedge Antilles reside em sua mensagem de aviso interceptada pela também piloto da Aliança Rebelde, Norra Wexley, que voltava à Akiva para rever o seu filho Temmin, um jovem que não aceita o fato de sua mãe tê-lo abandonado para se unir à causa rebelde. Dividida entre sua familia e seu dever, a piloto terá que decidir rapidamente a próxima ação antes de por tudo que se importa em risco.

     Outros personagens entrarão nessa história para torná-lá ainda mais interessante. Conhecemos a caçadora de recompensas Jas Emari, cuja missão é capturar ou matar os líderes imperiais reunidos no planeta; e o ex-oficial imperial Sinjir Rath Velus, Agente de Lealdade do Império que se tornou desertor após a Batalha de Endor. Os quatro, com a ajuda de Senhor Ossudo - o dróide de batalha de Temmin, terão que trabalhar juntos para salvar o Capitão Antilles, capturar os líderes imperiais e impedir que os remanescentes do Império se reergam novamente.
Chuck Wendig trabalha muito bem a ambientação do universo de Star Wars atravéz de uma narrativa ágil e personagens bem construídos. As cenas de ação, assim com eventos narrados e localidades, possuem uma descrição bem competente e envolvente. Apesar disso, não me senti em Star Wars. Sabe?

    Não me entenda mal, o livro é bom, mas a trama dos protagonistas podia ser ambientada em qualquer lugar. Por ser genérica, seus elementos podem ser substituídos com muita facilidade. Ao menos me senti assim. A questão é: a ambientação mostra muito do clima pós queda do Império - o clima político recebe uma visão mais moderna, profunda e reflexiva que o torna palpável - porém se eu mentalizasse um cenário de fantasia, ou distopia, ou ficção científica hard, a história também funcionaria.

     Claro que, como eu já disse o livro traz uma trama boa, mas além disso o livro carrega muita coisa que para atiçar a mente dos fãs e curiosos do universo Star Wars. Tem muita referência! Muita mesmo! Além de Akiva, o pivô central da trama, Chuck Wendig nos leva para outras regiões da galáxia, como Corruscant, Tattooine, Saleucam 1, Chandrila, Theed, Naboo, entre outros. Há muito espaço pra explorar no universo, mas é a trama principal que te guia e ela não me pegou forte. Talvez mude alguma coisa no próximo, pois muitos dos segredos sombrio do império ficaram pra uma continuação. Ele termina com esse clima de: estou escondendo o jogo.

     Acho que a intenção foi boa ao dividir o protagonismo entre diversos personagens, cada um com uma ligação com um lado da guerra, direta ou indiretamente. Porém se a intenção era essa, poderia ser feita através de contos. As "Marcas da Guerra" são mais visíveis nos interlúdios. Muito mais. Mais planetas, mais visões dos fatos, mais problematização da situação, além de ampliar o leque de possibilidades para novas aventuras a serem contadas nessa ou em outras mídias.
Apesar de não funcionar exatamente como uma ligação direta entre O Retorno de Jedi e O Despertar da Força, Marcas da Guerra cumpre o seu papel como entretenimento e fomentador de curiosidade sobre o universo de Star Wars, deixando aquele gosto de quero mais. Principalmente no que diz respeito às subtramas introduzidas nos interlúdios. Uma vez mergulhado nesse universo fantástico dificilmente você conseguirá sair.





http://www.multiversox.com.br/

6 comentários:

  1. Lá vai eu ser apedrejada..rs
    Mas não consigo gostar de Star Wars... Já tentei ver os filmes, ler alguma coisa..e sempre bato na tecla Stop.
    Meu coração não aceita.
    Sei que para os fãs tem sido tempos de emoções a flor da pele e coração literalmente, na garganta.
    E respeito demais tudo isso.
    Mas..eu ainda continuo alienada nesse quesito(e prefiro assim)
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. oi flor, Star Wars é uma saga bem complexa, eu como não sou muito ligada nesse universo jedai ainda fico meia perdida
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Sou meio leiga no assunto Star Wars, sei bem pouco, agora que virou febre (again) vou tentar correr atras do prejuízo e procurar saber mais sobre a historia.

    ResponderExcluir
  4. Ace!
    Que maravilha de resenha.
    Para que m é fã da Saga como eu, fiquei daqui babando para querer ler mais esse livro.
    “Desejo a voce e a sua familia um Natal de Luz! Abençoado e repleto de alegrias. Boas Festas!” (Priscilla Rodighiero)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista de Dezembro, serão 6 livros e 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  5. Olá tudo bem?
    Um pena que você não se sentiu no mundo livro :/
    Preciso ler logo esses livros e que capa linda é essa?
    Bjs
    http://diarioelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Há, fico feliz em saber que não sou a única devendo aqui kkkkk Você Ace pelos menos esse ano já garantiu algo para adentrar, no mundo Star Wars, eu ainda continuo com vaga lembranças dos filmes visto ainda muito pequena, mas em 2016 pretendo começar a mudar isso, pretendo localizar todos os filme, livros e objetos que gostar e criar a minha atrasada coleção.

    BJsss

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...