Resenha: As Cidades Indizíveis

  

Título: As Cidades Indizíveis

Autores: Fábio Fernandes, Guilherme Kujawaski, Ana Cristina Rodrigues, Octávio Aragão, Roberto de Sousa Causo, Luíz Bras, Luís Henrique Pellanda, Ronaldo Bressane, Fausto Fawecett.

Páginas: 180





COMPRE AQUI: BUSCAPÉ











     "As Cidades Indizíveis" é um livro de contos onde cada autor escreveu sobre sua cidade. Temos então distopia, utopia, fantasia urbana... Cada conto é uma surpresa.


"A EtiPópia foi uma das nações que se formaram a Terra depois do colapso das potências mundiais do começo do milênio 2.0."
Pag. 14


     Acho desnecessário ficar falando de cada um dos contos, até porque não quero tirar o prazer da sua descoberta com a leitura.

     Mas posso falar dos autores, só pra você ter uma ideia do que esperar.

     Fábio Fernandes é mais conhecido por ter traduzido grandes obras da ficção científica, entre eles Newromancer e Laranja Mecânica.

     Ana Cristina Rodrigues é autora de inúmeros contos, é historiadora, editora e funcionária da Biblioteca Nacional.

     Octávio Aragão autor de várias obras, designer gráfico e doutor em artes visuais.

     Roberto de Sousa Causo é jornalista, editor e autor de outras obras, tendo sido premiado algumas vezes.

     Luiz Bras é roteirista de HQ e autor. Tive o prazer de conhecê-lo, ler e resenhar um de seus livros. Clique aqui e confira.

     Luíz Henrique Pellanda é jornalista, músico, roteirista e dramaturgo. Tá bom pra você?? Saiba mais no blog de música e literatura ELETROFICÇÃO

     Ronaldo Bressane é jornalista, editor e autor de inúmeros livros. Um deles eu li e resenhei. Clique aqui e confira.

     Fausto Fawecett é dramaturgo e compositor, autor de várias obras e músico.

     Alguns contos são curtos e outros um pouco mais longos, e todos são mito bons. Cada um à sua maneira.


"Apesar de pouco sair de meu apartamento, salvo para comprar pão, mortadela e leite na padaria da esquina, sei que há um mundo inteiro a a ser descoberto lá fora."
Pag. 29


     Todos os contos de alguma maneira trazem a fantasia para um possível mundo normal. Isso faz com que eles brinquem com a fantasia urbana e a ficção científica.

     O que eu mais gostei foi "Céu do Nunca" do autor Guilherme Kujawski.

     Neste conto vamos conhecer um escritor que usa a solidão para criar suas histórias, até que este mundo que ele cria acaba se tornando seu único mundo.

     Luiz Brás mais uma vez ganhou meu coração com uma história riquíssima e com uma narrativa única.

     Enfim, no total da obra ela com certeza vale a pena.

     Recomendo para quem gosta de contos, distopia e fantasia urbana.

     A diagramação da editora é impecável. Linda e muito bem feita sempre!! A capa condiz com a obra.

     Gostei de tudo.

     Leia!!!


5 comentários:

  1. Nem preciso afirmar o quanto eu amo contos...e quando vem assim, com elementos surpresa e autores que já essa bagagem nas costas, eu vou gostar mais ainda!!!
    Capa realmente lindíssima.
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. O único escritor que já ouvi falar é de Ronaldo Bressane, li um artigo/meteria (não lembro) mas o nome ficou na memorias por fatos da vida kkkkk
    Eu particularmente não gostei, sei la, não sei decifrar mais nada além da capa, talvez se ler mais mude de ideia, mas contos é algo bem complicado explicar principalmente se forem mais curtos que o normal.

    Feliz virada, que DEUS abençoe sua família, blog trabalho, abençoe e prospere suas decisões.


    BJss

    ResponderExcluir
  3. quanta tanta gente boa se junta só pode dar um livro incrivel mesmo
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá,
    Adoro distopias e sei que esse é tipo de livros de contos que eu adoraria ler.
    Achei super bacana a ideia de um livro de contos assim!
    Bjs e um Feliz Ano Novo :D
    http://diarioelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Lê!
    Como gosto muito de livros de contos, sei que gostarei desse, ainda mais porque traz um pouco da realidade onde cada autor mora.
    Desejo um 2016 carregado de saúde, realizações e muito sucesso em tudo que empreender.
    “Este ano foi um grande ano! Foram momentos de alegrias constantes e tristezas passageiras. Gostaria de agradecer imensamente sua companhia, seu apoio, sua lembrança! Obrigado por me presentear com sua amizade e carinho! Desejo-lhe um feliz ano novo. Forte abraço!” (Givas Demore)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...