Resenha: A Canção de Alanna


Título: A Canção de Alanna - A Primeira Grande Aventura

Autora: Tamora Pierce

Páginas: 255

Editora: Única 





COMPRE AQUI: BUSCAPÉ,  AMERICANAS,  SUBMARINO











     "A Canção de Alanna" chegou aqui por engano, e quando me dei conta do 'erro' imagine só o que eu fiz pra resolver isso... Li o livro, é claro!!!


"A mulher ansiava pelo dia em que outra pessoa teria de lidar com aqueles dois. Agora parecia que os deuses iam testá-la por meio deles uma última vez."
Pag. 13


     Alanna e Thom são irmãos gêmeos. Aos dez anos eles já sabem muito bem o que querem ser quando crescerem, só que eles sabem muito bem que não será nada fácil eles conseguirem isso. Na verdade é impossível do jeito certo.

     Thom sonha em ser um grande feiticeiro, mas nesta época e neste mundo, os meninos não podem ser feiticeiros. Eles devem ser guerreiros. Ainda mais porque o pai dos gêmeos não gosta nem de ouvir falar em magia.

     Para estudar magia, os interessados devem ter um mestre ou estudar em um convento, coisa que só meninas podem fazer.

     Já Alanna, mesmo sendo portadora de um forte Dom, sonha em ser uma grande guerreira, ir para as batalhas e defender o reino. Nem preciso dizer que isso é coisa de menino né?!?!


"Alanna e Thom tinham mais magia que qualquer pessoa que ela já havia conhecido, e a menina sabia que, se a usasse e perdesse o controle, destruiria a si mesma e a todos que estivessem por perto."
Pag. 104


     E é então que Alanna tem a grande ideia. Ela vai para a corte estudar para ser guerreira no lugar do irmão, enquanto Thom vai estudar magia.

     Trato feito, amigos interessados ajudando, roupas organizadas e cabelos cortados; tá tudo pronto para a grande aventura!!


" - E quanto a Coram e a Maude? Eles viajarão com a gente e sabem quem é quem. Eles sabem que não somos garotos gêmeos."
Pag. 11


     Só que terá um momento em que o Dom de Alanna será exigido e ela não poderá ignorar isso de jeito nenhum.


"Você consegue tempo livre quando morre e os deuses te recompensam por uma vida de trabalho do raiar do dia até a meia-noite."
Pag. 47


     Agora te digo uma coisa: "Esse foi um engano tudo de bom da editora!! Hahaha!"

     É narado em terceira pessoa pelo ponto de vista da nossa pequena e valente protagonista. Narrativa extremamente ágil e mito gostosa. A trama é cheia de aventuras e descobertas, mesmo com tantos pontos positivos eu tenho que acrescentar uma coisa da qual eu senti falta, o Thom.

     No início do livro é fácil perceber que a amizade, carinho e cumplicidade dos irmãos é tudo de bom, mas como Thom foi seguir seu caminho, ele quase que deixou de existir na história. Enfim, espero que ele volte com força total nos próximos volumes.

     Gostei bastante da leitura.













Comente, clique na imagem e participe

7 comentários:

  1. Eu sempre penso que não existem enganos. Em nada nessa vida.
    Sempre há um propósito por trás de tudo que nos acontece e olha aí acima, um exemplo bem dos bons!rsrs
    Amo histórias que envolvem essa cumplicidade de irmãos. Dessa troca de sentimentos, problemas e no final, o laço de sangue que sempre grita mais alto!!!
    Lista de desejados!!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Olá, Lelê.
    Adorei a premissa do livro e essa "troca" entre os irmãos. Tenho certeza que isso gerará grandes aventuras. Sem falar que a obra é de um gênero que eu adoro. Então, com certeza vou conferir a obra.
    Isso que eu chamo de um engano maravilhoso, né? rs

    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de setembro. Serão dois vencedores.

    ResponderExcluir
  3. Le!
    Como minhas filhotinhas (enteadas) são gêmeas, fico sempre bem interessadas por livros com a temática.
    Aqui elas não se desgrudam... gostaria de acompanhar a vida dos gêmeos do livro.
    “Quanto mais nos elevamos, menores parecemos aos olhos daqueles que não sabem voar.”(Friedrich Nietzsche)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista, serão 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  4. oi flor,
    eu vi que quando lançou foi um auge, mas confesso que não me animo muito!
    felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Lelê, eu fiquei interessado no livro quando ele foi lançado, mas não consegui solicitá-lo. Parece ser um livro do qual eu gostaria, tenho um fraco por livros com esta cara de "idade média", espero conseguir lê-lo um dia ;)

    Dois abraços!

    ResponderExcluir
  6. Olá Alessandra,


    Essa é a primeira resenha que leio desse livro, gostei muito de saber que é um livro bom e cheio de aventuras, vou acrescentar na minha lista....bjs.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oi, Lelê!

    Adoro histórias de aventura e a premissa é ótima e muito divertida, imagino como deve ter sido essa inversão de papeis. Uma pena que o irmão tenha ficado apagado, pois seria legal mostrar ambos os lados.
    O engano fez bem dessa vez, afinal, você teve uma excelente leitura, rs!
    Dica anotada.

    Beijocas.
    http://artesaliteraria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© To Pensando em Ler - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo