Resenha: A Lista Negra

Título: A Lista Negra

Autora: Jennifer Brown

Páginas: 271

Editora: Gutenberg 





COMPRE AQUI:  SARAIVA,  SUBMARINO,  BUSCAPÉ,  AMAZON















     Eu nunca mais vou dizer pra ninguém que irei colocar seu nome na minha lista negra!!!


"Escondia a raiva que crescia dentro de mim.
Raiva dos meus pais por não me apoiarem.
Raiva de Nick por estar morto. Raiva das
pessoas da escola que atormentavam Nick.
Raiva de mim mesma por não perceber 
que aquilo iria acontecer."
Pag. 116



     "A Lista Negra" começa com um trecho de um jornal da cidade de Garvin, onde moram os personagens, narrando a tragédia que aconteceu no colégio, onde um adolescente entrou armado e matou alguns de seus 'colegas', feriu outros e suicidou-se em seguida.

     Uma das feridas com um tiro na coxa é Valerie, a namorada do atirador, Nick.


"A atmosfera na cantina do Colégio Garvin,
conhecida como Praça de Alimentação, pode
ser descrita como "sinistra" pelos investigadores
que trabalhavam na identificação das
vítimas do massacre ocorrido na 
sexta-feira de manhã."
Pag. 11


     Na sequência Valeria acorda no hospital, e aos poucos vai se lembrando do ocorrido.

     Valerie passa de vítima a suspeita quando os investigadores descobrem entre as coisas de Nick uma lista com nomes de pessoas que ela gostaria que estivessem mortas. A tal Lista Negra.

     As pessoas que faziam parte desta lista eram basicamente outros alunos do colégio que costumavam praticar bullying tanto com ela, quanto com Nick. Ela tinha o costume de usar roupas pretas, maquiagem carregada e era muito quieta; já Nick fazia o estilo mais relaxado e sossegado. Pronto, estava formado o casal esquisito.

     Além disso os dois tinham vários problemas em casa, e isso fez com que os dois ficassem ainda mais unidos. Um apoiando o outro em todos os problemas. 

     Para Valeria a lista era um desabafo, mas para Nick era um plano. Isso me fez pensar em tudo que falamos para os outros. Às vezes o que dizemos é uma brincadeira, mas a pessoa que escuta pode não ver assim e pode realmente achar que é sério. Uma bobagem pra mim, pode machucar o outro. 

     À partir daí ela tenta provar que não é culpada. Provar para a polícia é mais fácil que convencer seus pais e seus amigos.

     Os pais de Valeria definitivamente tem problemas, eles não confiam nela, não entendem o que aconteceu e culpam a filha pela tragédia. Já os amigos passeiam entre o medo e a desconfiança. E algumas vezes cheguei a pensar que nem diante de uma tragédia desse tamanho eles seriam capazes de enxergar o mal que fazem aos outros. Humilhar um aluno pode ser uma brincadeira para quem pratica o bullying, mas o humilhado pode revidar sempre. E aí? Quem está errado??

     Não estou defendendo aquele que se vinga, mas como minha vó sempre dizia: "Nuca cutuque a onça com vara curta". E convenhamos, todos temos a vara curta nessa vida.


"A verdade era que não conseguia me sentir
grata, não importa o quanto tentasse. Em
alguns dias, não podia nem mesmo dizer
como me sentia. Às vezes triste, às vezes
aliviada, às vezes confusa, às vezes
incompreendida. E muitas vezes brava."
Pag. 15


     É narrado em primeira pessoa por Valeria, mas essa narrativa não é linear. Entre a vida presente da protagonista, vamos também acompanhar suas lembranças de antes do massacre e durante o massacre. E no início da maioria dos capítulos vamos ler artigos publicados em jornais que vão contar tanto o que aconteceu, quanto entrevistas com familiares dos alunos mortos e dos feridos.

     Isso faz com que possamos montar um quebra-cabeça que é a vida de Valerie.

     Apesar de achar que muitas questões de Valerie, muitos dos sofrimentos... bem, achei um tanto desnecessário, algumas vezes enxerguei nela uma personagem um tanto egoísta, mas de maneira nenhuma ruim. Algumas vezes também tive dúvidas na inocência dela, mas enfim, ela teve que apanhar muito para crescer. 

     O livro é rápido, a leitura é ágil e apesar desse vai e volta entre passado e presente, não tem como ficar confusa. 

     Recomendo a leitura para adolescentes e também para adultos que gostam de livros onde o bullying é tratado de forma clara e dura. Ou seja, para quem curte um drama ou um sick-lit. Com certeza quem gosta disso irá adorar "A Lista Negra".




























11 comentários:

  1. É minha leitura do momento!rs
    E vejo que não vou me arrepender. Pena que apesar de ser um livro relativamente pequeno, eu ando lendo muito pouco nos últimos dias.
    Danado tempo que não me deixa dedicar mais. Sei que estou adorando..e colocando meu lado psicótico a prova, eu tenho uma Lista Negra pessoal(não me crucifique)..rs
    Sempre tive, desde que tinha lá meus 20 anos, e é engraçado olhar ela ou buscar na memória e ver que poucos nomes foram tirados desta lista.
    Sorte minha que só eu sei onde ela está...e os nomes que ali estão..rs então, não aparecerá um Nick para cumprir meus desejos secretos!
    Adorei a resenha e espero acabar o livro com a sensação de dever cumprido!!!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. o enredo é super atual, né? ágil, estimulante e sagaz . Mesmo não sendo um livro que eu morra de vontade de ler, pelo menos por enquanto, creio que merece uma oportunidade
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá Alessandra,

    Essa é a primeira resenha que leio desse livro, estava com um pé atrás com ele, mas sua resenha me deixou com vontade de ler...abraço.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi Alê,

    Dizem que esse livro é muito bom.
    Desde o lançamento só vejo elogios sobre ele.
    Realmente quando se fala de bullying é muito complicado, pois essas coisas acontecem e muito.

    bjs
    Tais
    http://www.leitorafashion.com.br

    ResponderExcluir
  5. Com certeza é uma leitura mais do que recomendada, ainda mais por se tratar de um assunto tão sério quanto o bullying, que sempre deixa marcas tão profundas na vida de quem sofre.

    Eu não fazia ideia de que o livro era tudo isso, achava que era uma coisa bem mais leve, uma "lista negra de inimigas para sempre", por exemplo, então agora fiquei interessado em ler.

    Excelente resenha ;) Dois abraços!

    ResponderExcluir
  6. Gostei da sua resenha.
    Tinha visto uma outro tão negativa sobre esse livro que havia perdido a vontade de ler.
    Legal ver por outro olhar e saber que é melhor do que imaginava.
    Vou add novamente na listinha =)
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  7. Olá, Lelê.
    A premissa desse livro me agrada bastante, sem falar que ele gera uma reflexão bem interessante sobre um assunto bem contemporâneo. E eu concordo plenamente com você sobre cutucar a onça com vara curta. Não justifica, mas...
    Excelente resenha. Quero ler o livro.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de maio. Você escolhe o livro que quer ganhar!

    ResponderExcluir
  8. Eu mega curiosa sobre esse livro a um tempão e sempre coloco outros na frente porque acho que todo mundo já leu. Mas sempre que leio uma resenha sobre ele fico com vontade de ler na hora! Acho que vou ler uma resenha dele antes da minha próxima compra que aí não passo ele pra trás

    Beijo,
    http://portaoazul.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Ownnnn depois de ver no teu vídeo vc falando com olhinhu brilhante sobre o livro...
    eu precisei vim aqui e ler a sua resenha...
    e colocar esse livro na minha lista de desejados!
    beijos enormessss
    http://cantodadomino.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Eu to fugindo de livros assim, chega de chorar e me desesperar com estórias assim. Sei que é uma leitura importante, que trata de um assunto que todo mundo deve ser conhecedor, até para saber das consequências que isso pode ter, mas eu prefiro não ler. Me sinto melhor assim.

    Bjs, @dnisin
    www.seja-cult.com

    ResponderExcluir
  11. O livro parece ser bastante pesado, mas fazendo com que o leitor tenha um momento de reflexão sobre o que os personagens envolvidos na trama fazem! Eu gosto de livros que alternam passado e presente, pois assim fica uma leitura mais dinâmica. Irei saber um pouco mais sobre o livro, assim, eu poderei comprá-lo! ;)

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© To Pensando em Ler - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo