Resenha: As Fontes do Paraíso


Título: As Fontes do Paraíso

Autor: Arthur C. Clarke

Páginas: 350

Editora: Aleph  




COMPRE AQUI: AMAZON,  BUSCAPÉ,  FNAC,  SARAIVA













     É muito difícil falar deste livro sem soltar spoiler.

     O que acontece é que o autor é muito prolixo e com isso um único acontecimento é levado por páginas e mais páginas.


"Finalmente, podemos construir o Elevador Espacial...
ou Torre Orbital, como prefiro chamá-la. Pois, em
certo sentido, é uma torre, elevando-se livremente
através da atmosfera e indo muito, muito além..."
Pag. 72



     Se fosse outro autor, muito provavelmente essa narrativa se tornaria chata, mas não é o caso de Arthur C. Clarke, pois, com tantos detalhes ele leva o leitor à uma análise profunda, tanto da história, quanto da sua própria vida e o que está à sua volta.


"Um dia, talvez Kalidasa se tornasse débil
demais para alcançar o próprio palácio.
Mas duvidava que tal dia chegasse; seus
muitos inimigos o poupariam das humilhações
da velhice."
Pag. 15


     É narrado em terceira pessoa, pelo ponto de vista de dois personagens completamente diferentes. Um é Vannever Morgan, um engenheiro que é conhecido por já ter construído a Ponte Gibraltar que unia dois continentes. O outro personagem é Mahanayake Thero, um monge encarregado de um templo budista e que cuida com afinco de seu templo.

     Mas tudo isso tem início dois séculos antes, quando Kalidasa enfrentou toda sua família para construir um palácio incrível, com jardins suntuosos, fontes da mais pura água, um lugar magnífico, de meditação. O lugar escolhido por Kalidasa é um monte que ele acredita ser iluminado.


" - Meu nome é Vannevar Morgan. Sou engenheiro-chefe
da Divisão de Terra da Construção Terráquea. Meu 
último projeto foi a Ponte Gibraltar. Agora quero
falar de algo incomparavelmente mais ambicioso."
Pag. 69


     A Terra vem recebendo sinais de rádio vindas do espaço, possivelmente de alienígenas e com isso Morgan decide construir um elevador que ligará a Terra ao espaço sideral. Assim não serão mais necessários os foguetes, aquele barulho ensurdecedor e litros e litros de combustível... Com esse elevador, um número menor de pessoas seriam necessárias para mandar pouquíssimos humanos para o espaço, além de ser extremamente econômico. E tem mais, esse elevador irá tornar Morgan muito famoso, seu trabalho seria finalmente reconhecido.


"... E, assim, pela primeira vez na história, teremos
uma escadaria para o céu... uma ponte para as
estrelas. Um simples sistema de elevadores, 
movido a eletricidade barata, subsitiruirá
o barulhento e dispendioso foguete, que
então será utilizado apenas para seu serviço
apropriado de transporte para o espaço profundo."
Pag. 73


     Não chega a ser ambição pelo dinheiro, mas sim para a realização de um sonho.

     Já Maha Thero não entende o motivo da tal construção deste elevador ser única e exclusivamente no monte do seu templo.

     A luta para o convencimento é longo!!


"Quando a porta maciça, entalhada com intrincados
desenhos de flores de lótus, fechou-se atrás
de Morgan com um clique suave, ele sentiu que
entrava em outro mundo."
Pag. 109


     À partir daqui fica difícil contar mais, pois todos os acontecimentos seguintes se seguem com a definição da discussão da construção do elevador

     O que eu posso adiantar é que já um único acontecimento mais eletrizante, e mais uma vez esse acontecimento vai levar o leitor a uma nova análise.


" - Nenhum homem deve desafiar os deuses - ele
disse, enfim. - Que o palácio seja destruído."
Pag. 62


     Um livro com uma trama riquíssima e com uma tremenda análise filosófica. Afinal, a fé é mais importante do que o progresso?

     Outra coisa; você passaria por cima de tudo e de todos para tentar salvar a vida de alguém que todos dizem que não tem como?

     São tantos questionamentos...


"E, para ele, todas as forçar da Natureza se
concentravam agora naquele distante cone
azul que ele conhecia tão bem, mas que ainda
não sentira sob os pés."
Pag. 59


     Desta vez achei que a ficção científica, apesar de presente, não é o foco. Esses pensamentos e dúvidas é que permearam todo o livro.

     Uma coisa que eu adoro são livros que misturam fatos reais com ficção, e isso feito com um trabalho rico em pesquisas fica perfeito!!


"Ele sabia dos termos do contrato que havia 
assinado com a vida, e os aceitou; agora era
tarde demais para se queixar das letras miúdas."
Pag. 245


     O monte citado pelo autor fica no Sri Lanka, ele só moveu a ilha alguns quilômetros para que ela se alinhasse com a linha do equador e assim explicasse melhor a teoria da construção do elevador.

     Além disso, o próprio Rei Kalidasa é inspirado em um Rei da ilha real. Arthur C. Clarke sabe de tudo isso orque morou lá por muitos anos.


" - Definitivamente, precisamos de uma
decisão judicial da Corte Mundial. Se a Corte
decidir que é uma questão de interesse público
inapelável, nossos amigos reverendos terão de 
sair de lá... mas, se eles decidirem ser teimosos,
haverá uma situação desagradável. Talvez você
devesse enviar um pequeno terremoto, para
ajudá-los a se decidir."
Pag. 140


      Enfim, não dá pra entrar mais em detalhes, mais do que já fiz.

     O que eu posso dizer é que é um livro lindo que remete à imensas e intermináveis reflexões.

     Adorei!!!



"Da Taprobana ao Paraíso são quarenta léguas;
dali se pode ouvir o som das fontes do paraíso."
Pag. 56.



























8 comentários:

  1. Eu também sou fascinada por livros que misturam ficção e realidade. Adoro esse brincar com o que pode existir e o que sonhamos!
    Não conhecia o livro e mesmo me perdendo um pouco no começo da resenha(lerdeza monstro), consegui entender direitinho e sentir vontade de ler.
    Esses questionamentos também me agradam demais. Na vida tudo vale a pena...se a alma não é pequena!!!
    Lista de desejados já!rs
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Lelê, muito feliz por ver esta resenha aqui!! Eu sou super fã do Clarke, ele tem um dom mesmo de escrever parágrafos e mais parágrafos sobre determinado tema e não soar enfadonho, tive uma impressão muito boa dele quando li o "Encontro com Rama".

    O "As Fontes do Paraíso" já está na minha lista - ô Aleph! -espero consegui-lo em breve ;)

    Dois abraços!

    ResponderExcluir
  3. Nossa o livro parece ser excelente é a primeira vez que vejo falar dele, fiquei bastante interessada em ler e conferi isso tudo.

    ResponderExcluir
  4. Apesar dos spoilers que livro eim amore...
    mais um que foi correndo para a minha listinah de desejados!
    Beijoscas enormes

    http://cantodadomino.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá!!!

    Peguei esse livro emprestado semana passada a leitura foi bem arrastada , porém não sabia bem o que esperar. Conhecia a fama do autor, mas nunca havia lido nada dele. Além disso, apesar de ser uma proposta incrível, tinha minhas dúvidas quanto ao desenvolvimento. Contudo, fico feliz em dizer, ao terminar a obra, que o livro superou em muito as minhas expectativas. Sem exageros, a única palavra que encontro para enquadrar a obra é genial.inclusive não posso deixar de falar que esta ótima a resenha. ^^

    ResponderExcluir
  6. Olá Alessandra,

    Não conhecia o livro e o bom de vir aqui que só conhecemos coisas boas, uma obra bem diferente e pela sua resenha interessante, anotei a dica...bjs.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Olá, Lelê.
    Já li o livro e amei. Concordo com você com a pegada menor em ficção e maior no questionamento social, filosófico e até religioso. E isso me fez amar ainda mais a obra. Afinal, nada melhor do que um livro que nos faz pensar um pouquinho, não é mesmo?
    Amei a sua resenha!

    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de abril. Você escolhe o livro que quer ganhar!

    ResponderExcluir
  8. de verdade, não é um livro que me atraia, mas estou tentada a dar uma chance à história ja que os elementos por você apresentados quando bem combinados podem formar uma história bem bacana!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© To Pensando em Ler - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo