Resenha: O Pântano das Borboletas


Título: O Pântano das Borboletas

Autor: Federico Axat

Páginas: 412

Editora: Tordesilhas



COMPRE AQUI: SUBMARINO,  SARAIVA,  BUSCAPÉ










     O livro "O Pântano das Borboletas" me fisgou logo na primeira página. Um livro excelente em todos os sentidos! Já entrou com certeza na minha lista de preferidos de 2015.

     Federico Axat tem uma narrativa única, peculiar, envolvente e apaixonante. Cada detalhe é explicado de uma maneira que não é à toa; tudo faz um imenso sentido. Se não faz naquele momento, ele fará lá na frente.

     O autor te leva por caminhos tortuosos e amorosos sem que o leitor perceba para onde está indo. E quando percebe, não tem como voltar.




"Nossos olhares se cruzam. É um desses
momentos em que não importa que eu apenas
consiga pronunciar alguma palavras, porque
tudo está dito com esse poder telepático
que as mães compartilham com seus bebês."
Pag. 12


     Logo no início vamos conhecer Sam e sua mãe. Sam tinha só um ano quando sofreu um acidente de carro junto com sua mãe. Ainda era um bebê e viu tudo. A luz vindo, o carro capotando, o sangue, e o corpo da mãe sendo retirado do carro. Mas isso tudo não passa de flashs de memória, e ele nem tem certeza do que aconteceu. 


"O corpo de mamãe é arrastado. Seu
rosto ensanguentado desaparece.
Alguém a levou.
Alguém... ou algo."
Pag. 13


     Logo depois vamos descobrir que Sam foi adotado por um casal que vive em um tipo de sítio. Esse casal tem várias crianças adotadas. É quase um orfanato. Em alguns países isso é bem comum. As famílias adotam crianças que perderam os pais ou foram abandonadas, e o governo compensa essas famílias financeiramente. É uma forma bacana para que a criança se sinta amparada e tenha alguém que zele por elas. No caso de Sam, seus pais adotivos são enérgicos, até um pouco rígidos, mas são atenciosos e amorosos. E mesmo tendo tanto filhos adotivos, eles conseguem dar conta de todos. Cada irmão cuida do outro. Como uma grande família.

     Além disso, Sam tem um grande amigo, Billy. Os dois agora com doze anos vivem uma amizade pura e verdadeira, confiando segredos e carinho. 

     Billy é um garoto que está muito acima dos outros da mesma idade. Ele é muito inteligente, eu diria um gênio, um nerd ( como diria nos anos 80, um cdf ), mas ele é tão legal, e seus diálogos são tão engraçados... ele sempre tem a resposta na ponta da língua, e quando ele precisa pensar em algo, pode ter certeza que vem coisa boa.


" - O bosque é um lugar perigoso - afirmei. - Sempre
foi. Nosso erro foi subestimá-lo."
Pag. 217


     Mas claro que numa casa com tantas crianças e adolescentes nem tudo é brincadeira. E temos aí um vilão apavorante!! Orson, um adolescente que chegou na casa há seis meses e vem tocando o terror. Alguns o seguem como um líder, e outros ficam quietos pra não correr riscos. E Orson vê em Sam sua chance de conseguir tudo o que quer, nem que pra isso ele use de violência. Aliás, violência é uma palavra que ele sabe muito bem o que é e tem prazer em usar. 

     E o romance deste livro é um dos mais lindos que já vi. A pureza do amor da infância. A paquera de longe, o flerte com o olhar, o amor platônico... é tudo lindo!!! 

     Miranda, a nova moradora da cidade é o primeiro amor de Sam, mas é Billy que consegue chegar perto da menina antes. Logo os três serão grandes amigos e viverão aventuras lindas, outras não tão lindas, e algumas traumatizantes...


"A excursão ao pântano das borboletas seria
especial por vários motivos. Para começar,
seria a primeira incursão no bosque em
companhia de Miranda."
Pag. 141


     Ainda tem mais; um estudioso e palestrante diz que em Carnival Falls há extra terrestres. Sim!! Pasmem agora: Este homem garante que a mãe de Sam foi levada por esses alienígenas. E fica fácil de acreditar nele. Praticamente todos os moradores da cidade acreditam, já que a mãe de Sam nunca foi encontrada. 

     Claro que para os moradores da cidade essa história é bem propícia, pois traz turismo e a lojas vendem muitos artigos com cara de alienígenas. 

     
"Tratava-se de uma fraude? Tudo o que
se referia aos óvnis era motivo de suspeita
desde o episódio do disco voador em Roswell;
até a chegada do homem à Lua era para
muitos montagem televisiva! Em Carnival
Falls tínhamos nosso próprio fenômeno local, ..."
Pag. 241


     Aí você vai achar que tem muita mistura de coisa e que eu falei demais. Te garanto que não é nem uma coisa nem outra.

     O autor introduz todos esses elementos no início do livro e de uma forma que eu nem percebi o tanto de coisas que beiram o absurdo!! Mas quando eu estava lendo, tudo fazia total sentido. E à partir daí só pude ir acompanhando a vida de Sam, de seus amigos e familiares e de toda a cidade.

     O início do livro se passa em 1974, quando Sam ainda era um bebê de um ano. Depois pulamos para 1985, quando Sam, Billy e Miranda estão com doze anos. E existem alguns poucos capítulos intercalando que se passam em 2010, quando os três estão beirando os quarenta anos. 

     É narrado em primeira pessoa. É Sam que conta tudo para o leitor em forma de memórias tão vívidas que é como se fosse o presente. 


"Primeiro ele me deu as desculpas costumeiras,
dizendo que sua visão já não era a mesma
de antes e que nem de óculos conseguia
ler as letras pequenas, ao que eu respondi,
como de costume, que leria por ele."
Pag. 82


     E aí, quando eu achei que tudo estava caminhando para um final satisfatório, com algumas pontas soltas, mas que já estava me deixando feliz; o autor vem e dá uma rasteira que me deixou por horas no chão, e isso aconteceu no epílogo. Onde geralmente os autores deixam para simplesmente finalizar, Federico Axat resolveu que iria derrubar forninhos e deixar seus leitores malucos!!

     Tive que ler de novo várias páginas aleatórias pra poder ter certeza do que tinha lido e não tinha perdido nada. Me senti uma idiota, uma tonta mesmo. Como pode um autor fazer isso?? 

     Não estou dizendo que é ruim, é perfeito!! É melhor do que eu esperava! É incrível. Eu diria que é PHODÁSTICO!!! O melhor final que já li. Sem sombra de dúvida. Me pegou de surpresa e me deixou chocada!!! Nas últimas linhas ele amarrou as pontas e explicou tudo. E essa explicação é... PQP!!!! Nunca iria imaginar. 

     Ficou curioso?? Acredite, isso é só o começo.

     Você não tem ideia de que caminhos tomará sua mente quando você começar a ler este livro. E seu coração ficará apertado e baterá mais forte com toda certeza.


"Minha mente havia brincado de preencher os
vazios construindo seu riso, inventando um tom
melodioso para sua voz, moldando seu coração."
Pag. 56


     A capa é perfeita! Não estou nem conseguindo olhar pra ela neste momento. Juro que o significado dela depois que eu terminei de ler foi profundo. Absolutamente impossível olhar pra ela agora e não me lembrar de tudo que li.

     E quanto a diagramação da Tordesilhas, mais uma vez perfeita! Simples, mas absolutamente bem feita.

     Eu adoraria que todos lessem e viessem falar comigo depois. Me chamem no twitter, no facebook, onde vocês quiserem!! Vamos conversar!! Eu estou precisando falar com pessoas que leram!! Hahaha.

     LEIAM!!! É ÓTIMO!! EU RECOMENDO!!
     

34 comentários:

  1. Me recordo de quando você fez o post "Li até a página 100" e até hoje me perguntava cadê o raio da resenha..rs
    E hoje acordo com essa grandiosa surpresa!!!!
    Com certeza, valeu a pena ter terminado de ler e nos presentear com uma resenha tão linda, tão densa e daquelas que deixam com vontade de pegar o livro e mandar ver!!!
    Mistério, drama, família..tudo junto e misturado.
    Com certeza, quero descobrir o significado da capa e título..ah se quero.
    Beijo e parabéns por resenha tão ímpar!

    ResponderExcluir
  2. Gostei de o enredo se passar em um orfanato. Orson botou um pouco de terror até em mim, tive uma péssima visão dele. O enredo parece muito fofo mais também com muitas dores. A partir de ler a resenha, vemos que é bem intenso, se tratando da vida de crianças. Esse fim foi o que mais me deixou maluca. Gosto de quando os leitores ficam chocados com o fim surpreendente.
    Beijos Alessandra.
    http://leituras-insanas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Alessandra! Esse livro é maravilhoso, né? Te falei que você ainda ia se surpreender! hahaha
    Eu também precisei voltar em algumas páginas para ver se li direito, li umas três vezes o epílogo também, para ver se o cérebro processava tudo. :P
    Adorei todos os elementos que o autor colocou na trama, ainda mais quando ele uniu todas as pontas soltas e explicou o que era meio sem noção! E essa capa? Combinou muito! Porque logo que a vi achei que era uma coisa, sabe? E quando comecei a trama vi que era outra. Daí li o final e pensei: ah ta! hahaha Não sei se entendeu, é que não quero largar spoiler aqui nos comentários!
    Beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  4. fique louca p/ ler este livro, gosto muito de livros q contam historias sobre crianças, e sobre adoção.

    ResponderExcluir
  5. Lêeee <3
    Já te disse isso antes, mas vou repetir: essa foi uma das resenhas mais LINDAS que vc já escreveu. Ficou perfeita demais, eu super amei!!!! <3
    Estou louca para ler esse livro, a questão inteira é que ele está caro demais. rs Sério, o preço mínimo que encontrei foi 49,90.
    Acho que esse é o livro que vai me deixar ligadona, sem querer parar de ler, como aconteceu com Marina (que livro é aquele, Senhor!!!!). Não sei quando lerei, mas espero que sejaem breve.
    Beijos
    Coisas de Meninas

    ResponderExcluir
  6. gostei bastante da resenha, não conhecia esse livro então fiquei bem entusiasmada pelas suas críticas, é sempre bom tentar conhecer o novo!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Pelo que li esse livro deve ser bom demais.

    ResponderExcluir
  8. Oi Lele.
    Adoro quando sou surpreendida pelo autor num desfecho, e esse foi o ponto crucial pra que eu ficasse interessado na história.

    Beijos.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  9. Oiee

    Tô louca para ler este livro mas confesso que com medo do final kkkk será que vou gostar ?

    Espero que sim!

    Beijos

    www.livrosechocolatequente.com.br

    ResponderExcluir
  10. Adoro livros que nos fazem rever nossos conceitos e que levanta questionamentos. Esse parece ser um daqueles que realmente meche com o leitor, não é mesmo? Espero poder ter o prazer de lê-lo em breve!

    ResponderExcluir
  11. Lele, pelo jeito este foi um livro que lhe agarrou feio em... Poxa, a resenha só serviu pra me deixar curioso pakas, cara esse é o tipo de livro que te jogar pra lá, te puxa pra cá... Parabéns, rsenha mega positiva e mega bem feita!!

    Adorei!!!

    lendoferozmente.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Oi Lelê.
    Nossa que resenha empolgada. Você gostou mesmo do livro hein. Fiquei curiosa com o que levou a mãe de Sam. Será que existia um assassino louco, um maníaco ou foram os extraterrestres mesmo??? kkkkk Bem curiosa quanto a esse final hein. Amo quando os autores nos dão essas rasteiras e que o final não seja nada daquilo que imaginamos. Aconteceu isso comigo em Não Conte a Ninguém e eu amei! <3 <3
    Bjoks da Gica.

    Uma Leitora Aquariana

    ResponderExcluir
  13. Sim, fiquei curiosa. Adoro quando o autor guarda algumas cartas na manga e só aos 45 minutos do segundo tempo coloca todas elas na mesa e bate lindamente, deixando o leitor de cara no chão.

    ResponderExcluir
  14. Nossa o livro parece ser excelente, fiquei super interessada em conferi isso tudo!

    ResponderExcluir
  15. Ai meu Deus! Fiquei morta de curiosidade! PRECISO desse livro! Eu simplesmente ADORO quando o autor "arrasa" no final, sem sombra de dúvidas dá um "tcham". Parece ser uma história muito interessante e gostosa de ler e já está na minha lista de leitura. Ótima resenha. Abraço!

    ResponderExcluir
  16. Olá Alessandra tudo bem,

    Mais um livro que fico conhecendo aqui no seu blog, sua resenha me deixou super curioso mesmo, nossa gostaria muito de ler, a história me cativou, ótima resenha e dica....abraço.


    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  17. Amos suas resenhas.
    E com o Pântano das borboletas não foi diferente.
    Fiquei simplesmente instigada a me remoer por este livro até lê-lo.

    ResponderExcluir
  18. Não conhecia esse livro... Li a sua resenha e me apaixonei pelo livro.

    ResponderExcluir
  19. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  20. Olá, Lelê. Não preciso nem dizer que estou louco por esse livro, não é?
    Adoro livros que são narrados em memórias, ainda mais de uma criança que parece ser tão incrível. Antes de ler a obra já estou cativado pelp Sam.
    Excelente resenha, Lelê.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de fevereiro. Você escolhe o livro que quer ganhar!

    ResponderExcluir
  21. Oi "Le - Lê"! Até seu apelido te leva para o reino da escrita, rsrs. Adorei sua resenha, ela me deixou com um gostinho de quero mais. Amo livros com crianças, amizades eternas, e ainda por cima, uma dose de mistério. Com certeza este será um livro que pretendo ler o mais rápido possível. Parabéns pelo aniversário de seu blog. Abraços!

    ResponderExcluir
  22. Oi Lelê, novamente! Acho que me confundi com a data de aniversário de seu blog, mas mesmo assim, te desejo toda felicidade do mundo, e sucesso sempre! Abraços.

    ResponderExcluir
  23. Oi Lelê, novamente! Acho que me confundi com a data de aniversário de seu blog, mas mesmo assim, te desejo toda felicidade do mundo, e sucesso sempre! Abraços.

    ResponderExcluir
  24. Amei a resenha, me deixou realmente curiosa para ler o livro. As citações são ótimas e o livro parece ser de emocionar!

    ResponderExcluir
  25. Lele!
    Eita que memória boa de Sam, se lembrar de um acidente de quando tinha 1 ano? Uauuuuuuuuu!!
    Explicado: Sam é inteligente por demais.
    Que terror esse Orson, cruzes!!
    Romance adolescente é sempre muito fofo mesmo!
    Realmente são vários assuntos abordados em um único livro, porém se a dinâmica da leitura permite o entendimento, bom demais!
    Fiquei foi curiosa.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  26. Oi Leeeeee!!!

    Se o final mereceu um PQP! É pq o negócio é bão mesmo hein!!!
    Puxa vida!
    Romance, mistério, violência e até ET's?!
    E tudo junto num livro só?!
    Tinha que virar favorito mesmo!!!
    Quero ler também!!! \o///

    Beijokinhassss!!! <3

    ResponderExcluir
  27. Que história encantadora que você me apresenta aqui. Fiquei emocionada e empolgadíssima com ela. Com certeza vou ler. Pois não posso deixar passar essa maravilha.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  28. Adorei sua empolgação com a resenha, o que me fez ficar super curiosa e com vontade de ler o livro, ainda mais com romance, mistério e até extra terrestre no enredo. Quero muito.

    ResponderExcluir
  29. Eu vi você falando sobre esse livro na Bookshelf tour e fiquei apaixonada, acho que vou adorar *-* quero muito ler!

    ResponderExcluir
  30. Eu achei a capa super fofa e sua resenha me desenhou um livro encantador.
    Esse Sam me lembrou um amigo que conheci recentemente, que é muito inteligente e doce, mas bem ingênuo, apesar da idade.
    Parece ser uma história que te arrebata e te ajuda a recuperar um pouco da fé na humanidade.

    ResponderExcluir
  31. oi... Li o livro e tipo: Federico Axat não tem coração? como ele pode me iludir tanto? Isso não se faz...

    Mas é sinistra a trama toda....

    tenho um blog... ele é novo, então.... mas se puder da uma passada lá...
    filhodooutono.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  32. oi... Li o livro e tipo: Federico Axat não tem coração? como ele pode me iludir tanto? Isso não se faz...

    Mas é sinistra a trama toda....

    tenho um blog... ele é novo, então.... mas se puder da uma passada lá...
    filhodooutono.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  33. Realmente, o final é espetacular. Também tive que ler páginas aleatórias para ver o que eu tinha deixado passar, mas apenas percebi que as vezes nossos pensamentos se firmam a partir do que é "normal", o que é péssimo.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© To Pensando em Ler - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo