Resenha: De Profundis


Título: De Profundis

Autor: Oscar Wilde

Páginas: 202

Editora: Tordesilhas




COMPRE AQUI: AMAZON.  BUSCAPÉ










     Que livro!!!! Que choque!!! Que agradável surpresa!!


"Seu motivo mais mesquinho, seu apetite mais
baixo, sua paixão mais ordinária tornaram-se
para você leis pelas quais a vida de outros
devia ser sempre guiada."



     "De Profundis" é a carta escrita por Oscar Wilde para seu 'amigo' Bosie enquanto ele estava na prisão, mais precisamente alguns meses antes de sair da cadeia.

     Lorde Alfred 'Bosie' Douglas era filho do 9º Marquês de Queensberry, e ficou famoso por ter sido o amante de Oscar Wilde. E não só por isso, mas também por tê-lo levado à total ruína.

     As informações sobre Bosie não estão no livro, porém vale a pena conhecer! Eu só falei um pouco para que vocês possam entender a relação doentia dos dois.

     A carta que Oscar enviou para Bosie é de cortar o coração do mais forte dos homens! 

     No início Oscar Wilde começa relembrando seus momentos com Bosie, cheio de mágoa, ele retoma cada momento, cada palavra dura, cada chilique desse menino mimado e arrogante, mas que Oscar por algum motivo que eu não consigo entender, continuava aceitando.

     Bosie era um garoto insuportável. Um Lorde sem eira nem beira que viu em Oscar sua única maneira de viver o luxo que ele tanto gostava. O pai de Bosie há muito não o ajudava, então ele começou a explorar seu amante.

     Hotéis caros, champanhe da melhor qualidade, festas, jogos de azar, tudo... E Oscar simplesmente pagava para não ter que passar por nenhum vexame. Pois era isso que ele fazia quando não conseguia o que queria.

     Várias vezes Oscar tentou se afastar, mas Bosie era mais forte.


"Apenas o que é belo, e belamente concebido,
pode alimentar o Amor. Mas o Ódio é alimentado
por qualquer coisa."
Pag. 53


     No início é tudo isso que ele escreve. Aí ele começa a contar o que o pai de Bosie fez com ele. É revoltante! 

     Pra quem não sabe, foi o Marquês que levou Oscar para a prisão. Ele foi preso por Atos De Indecência Grave Com Outros Homens. Na época isso era crime, e no caso, os outros homens era seu próprio filho.

     Além de tirar de Oscar a sua liberdade, o Marquês ainda conseguiu tirar todo o dinheiro, a casa, e todas as suas futuras publicações e peças que ele viria a escrever. Para o resto da vida, Oscar iria dever para essa família desgraçada.
  
     O mais impressionante enquanto lemos esta parte da carta é que a impressão que ele passa é que não são somente os muros da prisão que o mantêm ali, mas sim ele mesmo. Oscar se fechou de uma tal maneira em sua depressão, que ele para sempre estaria preso. Mesmo livre, ainda estaria preso na vergonha de ser quem ele foi.

     Então resumindo a vida financeira de Oscar, enquanto era famoso e livre, ele gastou tudo com Bosie, e preso foi o Marquês que terminou de arrancar o restante. 

     O mais triste é quando ele narra a morte da sua mãe. Ele estava preso e não podia fazer nada. Muito triste mesmo.

     Mais ou menos na metade da carta, ele começa a divagar e talvez tentar explicar algo. Debate consigo mesmo fatos relacionados à religião, moralidade, costumes da época, além de Arte e literatura. É uma aula de boas histórias.

     Muita filosofia sobre tudo e sobre sua vida. Sobre todos os caminhos que o levaram até esse final triste.

     No geral a carta é impressionante.

     Como eu disse, já conhecia a história do autor, mas eu conhecia a história contada por outra pessoa. Ler as palavras escritas por quem realmente a viveu no momento em que estava vivendo, tem outro valor!

     O sentimento contido em cada palavra é tão intenso que chega ao leitor de forma impactante.

     Algumas pessoas acham o início do livro um pouco massante, eu não achei. Pois para mim entender tudo o que aconteceu foi maravilhoso. Li e reli a maioria das frases. Cada palavra, cada N.T., tudo é de um valor histórico impressionante!!!

     Este foi o livro que mais marquei quotes em todos esses anos de blog. Por isso vou fazer outra postagem só com as frases que mais me tocaram. 

     Recomendo para os fãs do autor, para quem conhece sua história e para quem quer conhecer. Recomendo para todos que querem aprender mais sobre literatura, arte e os costumes da época. Descobrir como era a Londres do final de 1800 e início de 1900 é no mínimo incrível!!

     O Posfácio por si só já é uma outra obra de arte. Munira H. Mutran traz um outro olhar para a obra. Munira entende tudo de Oscar Wilde, e tudo que não está na carta ela acrescentou no Posfácio. Um outro livro à ser lido!! A Tordesilhas sempre tem esse cuidado com os extras, e sempre é muito bom ler e conhecer mais um pouco.

     Eu sei que é uma carta, mas é praticamente uma biografia, pois tudo que está escrito é verdadeiro e profundo. Na verdade vem das Profundezas da alma do autor.

     Vale a pena a leitura!!! Muito!!

   



Fotos de Bosie e Oscar Wilde.








Comente, clique e participe:


24 comentários:

  1. Confesso que só conhecia um pouco a história de Wilde. Nunca me aprofundei muito,mas sempre gostei de ler sobre.
    E agora chegar no blog e ver uma carta transformada em livro assim? É tocante e eu preciso ler. Ainda mais pra poder entender um pouco do que ele passou. Numa época totalmente diferente, onde costumes, tabus..tudo era complexo e profundo.
    Lerei!!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Não conheço nada da vida do Oscar Wilde, mas fiquei muito curiosa e interessada no livro.
    Você tem razão ao afirmar o valor de ler sobre a vida de alguém pela própria perspectiva dessa pessoa. Só ela sabe o que viveu e o que sentiu. Essa subjetividade é fundamental para entender o ser humano.
    Fiquei bastante revoltada com algumas coisas só de ler o seu texto. É triste, muito triste.
    Por essas e outras, espero ter a chance de ler o livro.
    obs: Fiquei curiosa com as quotes. Vou esperar pelo post!!
    bjs

    ResponderExcluir
  3. Que história incrível. Estou chocada. Não sabia desse fato e dessa carta. Tenho que ler. Estou curiosa. Amei a novidade.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Oi Alessandra, tudo bem?
    Que história trágica! Só de ler sua resenha já fiquei enojada e com muita raiva do Bosie e de sua família. E isso que nem conheço nada da obra do Oscar Wilde! Parece um livro muito intenso.
    Beijos,

    Priscilla
    http://infinitasvidas.wordpress.com

    ResponderExcluir
  5. Olá, Lelê. Tenho muita vontade de ler esse livro por causa de sua profundidade e, também, para conhecer um pouco mais sobre o autor, pois confesso que meus conhecimentos sobre ele são mínimos.
    Adoro livros intensos, então esse certamente será perfeito para mim.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de novembro

    ResponderExcluir
  6. também não conhecia com profundidade a história de Oscar, apenas o básico do básico, do básico ainda! rsrs
    além de ler uma biografia, por assim dizer, acho que quebra tabus.
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi Lelê. Amei a resenha, mas só conhecia superficialmente a história de Oscar. Parece ser um livro lindo de ser lido e já anotei na minha listinha de indicações. Bjoks da Gica.

    umaleitoraaquariana.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Ah!, uma das minhas maiores dívidas literárias é com Oscar Wilde! Sempre tive curiosidade em ler algo dele, mas até agora nada. Eu já sabia meio que por cima de sua relação conturbada e de ele ser conhecido pelos excessos, mas deve ser muito interessante acompanhar seu ponto de vista, suas palavras para a pessoa que - por ele ter permitido, claro - o arruinou. Definitivamente entrou pra lista!

    ResponderExcluir
  9. Oi Lê :)
    Tava querendo mesmo uma opinião a respeito desse livro. Vi uma indicação em um canal (que não me lembro qual foi) e fiquei bem curiosa a respeito. Conhecia "por cima" a história do Oscar Wilde e sempre tive curiosidade em saber um pouco mais.
    Esse livro parece ser beeeem forte, bem do tipo que eu gosto. Espero ter a oportunidade de ler.
    Beijos
    Coisas de Meninas

    ResponderExcluir
  10. Primeiro vou falar uma besteira: O título De Profundis de cara me lembrou algo do Mussum, cacildis.
    Agora falarei sério, por o livro nada tem de engraçado. Outra vez deu para sentir todo o peso de sua leitura daqui. Esse livro com certeza me daria ressaca literária do tanto que me poria para pensar depois, fora o fato da energia da carta me por pra baixo. A obra parece ter uma força incrível.

    Saudações,
    Ace Barros
    Capitão do drakkar Interlúdio, navegando pelo Multiverso X
    multiversox.com.br

    ResponderExcluir
  11. Não conhecida nada sobre o autor, nada mesmo.
    Achei bem interessante essa profundidade da, como posso dizer, amizade deles(?), mesmo o autor tendo se esquivado várias vezes de sua companhia. Mas confesso que ainda não me interessei e ler algo do autor (pelo menos, não tão cedo).

    ResponderExcluir
  12. Será que Dorian Gray foi inspirado em Bosie? Quando li o "O retrato de Dorian Gray" me impressionei muito com Oscar Oscar Wilde. Sua narrativa, sua clareza de escrita, a profundidade sóbria e sem firulas de seu texto assim como a enorme dose de homoerismo contida em um texto do século XIX. Me perguntei se ele não era gay ou no minimo bissexual eu nunca havia ouvido falar das coisas que você me contou nessa resenha ou de "De profundis" fiquei emocionada só de ler o texto.

    Eu estou aqui pensando seriamente em comprar o e-book só para adiantar e poder ler o texto imediatamente porque algo me diz que é algo que a gente ler e não esquece jamais, porque, como vc ressaltou é conta do século XIX, ou seja, é um documento histórico valioso e o texto é cheio de intensidade. Eu amo qualquer coisa que seja escrita com a alma e sinceramente essa frase: "Apenas o que é belo, e belamente concebido, pode alimentar o Amor. Mas o Ódio é alimentado por qualquer coisa." é uma tapa na cara... Uma dura verdade!

    Pandora
    Cheros, Pandora
    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  13. Nossa que história incrível, não sabia dessa carta escrita por Oscar Wilde, muito menos do livro, parece super emocionante, fiquei doida pra ler.

    ResponderExcluir
  14. Lele!
    Poder ler a vida de um grande escritor com depoimentos de próprio punho deve ser avassalador, principalmente do controverso Oscar Wilde, tão a frente de seu tempo e tão mal compreendido.
    O livro deve ser fascinante de verdade.
    Desejo um final de semana de muita alegria!
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. DEVIDO A NOSSA ATUAL CULTURA,AS PESSOAS ESTÃO MAIS ABERTAS A ASSUNTOS COMO ESTE,CREIO QUE PARA A EPOCA VIVENCIADA,DEVE TER SIDO MUITO TRISTE E DOLOROSO,PARA OS DOIS.A VIDA NEM SEMPRE NOS DA SO FLORES E AI UM DIA TEMOS QUE COLHER TAMBEM OS ESPINHOS.UMA HISTORIA COMOVENTE QUE GOSTARIA MUITO DE CONHECER.

    ResponderExcluir
  16. a história de Wilde é bem conturbada, e sou apaixonada por esse autor... é um dos meus preferidos... Essa carta é bem profunda, dolorida...

    http://torporniilista.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Quando vi o nome profundis ri pois lembrei de mussum,mas ao ler a resenha e a sinopse pude ver que não tem nada de engraçado.:(

    ResponderExcluir
  18. Achei impressionante a trajetória de vida dele contada através de uma carta. Ele deve ter sofrido muito por ter tido um amante fora dos padrões da época. Gostaria muito de ler este livro!

    ResponderExcluir
  19. Adoro livros que trazem histórias antigas, cenários de antigamente. Não sabia da existência dessa carta escrita por Oscar Wilde, e não conhecia o livro, parece super emocionante, fiquei doida pra ler.

    Beijos!

    Viviane Gonçalves
    vsg_caue@hotmail.com

    ResponderExcluir
  20. Nossa, não imaginava que ele havia sofrido tanto! Poxa vida, esse Bosie devia ser mesmo só um aproveitador, que além de brincar com os sentimentos dele, o deixou na ruína...realmente parece ser um livro muito interessante, não só para conhecer a história de Oscar, seus sofrimentos, mas também para visualizar o cenário da Londres daquela época.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  21. Conheço pouco sobre a vida de Oscar Wilde e na verdade só li um conto dele, O Rouxinol e a Rosa, e que era muito sublime, mas deveras triste.
    Parece que esse livro ajuda a entender um pouco sobre esse autor, que foi tão castigado pela vida.

    ResponderExcluir
  22. sinceramente num gosto de livros de época... tipo esse!!

    ResponderExcluir
  23. Nao conhecia muito sobre a vida dele e ao ler sua resenha fiquei toada pelas situaçõe sque ele passou..Já prevejo que vou chorar muito ao acompanhar todo o drama ivido por ele e odiar demais Bosie e sua família...
    Bjs e parabéns pela resenha e indicação.. Sensacional.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...