Resenha: Level 2


Título: Level 2

Autora: Lenore Appelhans

Páginas: 334

Editora: Leya




COMPRE AQUI:  BUSCAPÉ,  SUBMARINO










     Se quando eu morrer for assim... Eu quero ficar por aqui mesmo!!


"Porque dormir é minha única e verdadeira pausa
neste eterno carretel de lembranças, tanto as
minhas como as que aluguei."
Pag. 10





     Felícia tem dezessete anos e está morta. Ela está no Level 2, que é para onde todos que morrem vão, até que passem para o Level 3. Bem, parece confuso?? Você ainda não viu nada!!

     No Level 2 as pessoas são separadas aparentemente por idade e sexo, e ficam em colmeias. Onde Felícia está existem outras iguais a ela. O curioso é que todas tem o cabelo raspado e ficam de camisolões brancos e longos.

     Neste lugar elas ficam revivendo as memórias da sua vida e também da vida das outras habitantes da colmeia. Elas ficam plugadas o tempo inteiro. 
     As memórias podem ser compartilhadas, então a cada memória compartilhada e assistida por outra pessoa, ela acumula créditos; com esses créditos ela compra memórias de outras pessoas... e assim sucessivamente.


"... os Morati tornaram a rede ainda mais atraente
ao criarem créditos que funcionavam como moeda,
para, assim, apelar à ganância básica da humanidade."
Pag. 151


     Até que um dia um garoto usando roupas normais e com cabelos entra na colmeia e se dirige diretamente à Felícia dizendo para que ela se preparasse para partir em breve.

     O garoto é Julian. Felícia e Julian se conheceram enquanto ela estava viva. Eles tiveram uma relação um tanto conturbada. O fato é que Julian fez parte da vida dela, e uma parte importante e bem marcante.

     Só que tudo que Felícia mais queria era estar com Neil, seu antigo namorado. Aliás, ela passa muito tempo da sua existência no Level 2 relembrando os momentos que passou com Neil. Não só relembrando como compartilhando suas memórias com ele.

     
"Dou um passo para o lado, para longe dele,
irritada com o fato de ele aparentemente ter 
me perseguido tanto em vida como na
vida após a morte, por motivos que
não consigo perceber."
Pag. 222


     Com a promessa de levar Felícia té Neil, Julian consegue levar Felícia.

     Fora da colmeia muitos segredos começam a ser revelados. Julian leva Felícia para entrar para os rebeldes que lutam contra os Morati. Os Morati são os anjos que 'protegem' o Level 2.

     Mas por que rebeldes lutando contra anjos??

     Porque nem tudo é o que parece. 

     A cada vez que uma pessoa se plugava ela ficava um pouco mais viciada, e esse vício gerava energia à colmeia, e essa energia fazia crescer ainda mais o poder dos Morati. Uma bola de neve sem fim.

     E é contra isso que os rebeldes lutam. Pois as pessoas no Level 2 acabavam presas lá, sem um crescimento. Ou seja, o certo seria que elas revivessem sim suas memórias e crescessem, aprendessem e evoluíssem, mas não é isso que acontece. Então os rebeldes que conseguiram se desplugar resolveram lutar pela liberdade.


" - Você nunca conseguiu chorar antes porque
não faz parte do programa."
Pag. 88


     Bom, é um livro para adolescentes. Tem seu romance e sua aventura, tudo muito leve. É narrado em primeira pessoa, por Felícia. O livro começa bem gostoso; as primeiras páginas são ótimas, a apresentação dos personagens e do mundo em que vivem é muito boa. Vamos conhecendo não só a Felícia como outras pessoas que estão na colmeia, assim como o Julian, Neil, a família e amigos a cada vez que ela entra numa memória. Tudo que aconteceu, como aconteceu e o que ela sentiu. Mas confesso que algumas memórias são bem chatinhas, desnecessárias e que não acrescentaram muito na trama.

     Aliás, em um momento específico a memória dela só me causou mais desconforto. Pois ela se lembrou de um momento que seria vital na sua vida, mas que não teve explicação nenhuma depois. Uma coisa que poderia ser um pouco mais explorada, mas que me deixou no vácuo. Pode ser que a autora tenha achado que não seria importante, mas eu fiquei aqui morrendo de curiosidade de saber o que aconteceu depois, como aconteceu, por que aconteceu, quem fez... E nada. Absolutamente nada.  Pulou o evento em questão como se não tivesse importância. Talvez se pelo menos a personagem tivesse crescido com isso, mas não. Ela se fechou para todos, e me matou com isso.


"O efeito é como o de ser jogada numa
piscina de água fria e, de repente, 
ficar anestesiada. Quero tocá-lo de 
novo. Mas não quero. Não vou."
Pag. 65


     O final foi inesperado. Um pouco corrido, mas digno. Poderia dizer que foi meio fora do comum, mas toda a trama é fora do comum. 

     A trama é boa, o mundo criado pela autora é novo e muito legal. Nunca li nada assim, mas acho que deveria ter mais... Não que eu queira continuação, mas eu preciso saber o que aconteceu! Dá pra entender isso?? 

     Alguns personagens desapareceram como num passe de mágica, e eu queria descobrir o que foi feito deles. 

     Um livro que tem tudo, mas ao mesmo tem faltou.

     Eu gostei da leitura, não é ruim, só achei que faltou algo mais. Não sei se terá continuação, ainda não me informei sobre isso, mas seria interessante para complementar e explicar o que foi deixado pra trás. 

     Ao que foi proposto, o final foi legal. A história encerrou, mas uma continuação seria bem-vinda. Talvez com a personagem que sumiu faltando algumas páginas pro final. Ou com o Julian, ou até mesmo com o Neil; tanto faz, mas adoraria uma sequência!!







10 comentários:

  1. Admito que não conhecia o livro, mas quando vi o título e a capa, me interessei bastante.
    Mas daí comecei a ler a sinopse e a resenha e o encanto foi embora.rs Me pareceu bem confuso..O tipo de livro sim, que parece ter um enredo maravilhoso e diferente, mas que acaba se perdendo no decorrer das páginas.
    Não sei se lerei...vou ter que analisar.
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Caramba! Um pouco confusa a história desse livro. Pensava que fosse mais interessante e não essa loucura toda. Não sei se vou ler. Não me convenceu muito. Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Lelê, eu tenho que confessar que eu não gosto muito dessa capa, por isso nem fui muito atrás de saber sobre o livro....mas olha, achei meio confuso a história toda, são muitos conceitos - me lembrou Matrix ;) mas não sei, acho que ficou uma pitada de curiosidade, mas deixaria a leitura mais pra frente ;)

    Dois abraços!

    http://www.pontolivro.com

    ResponderExcluir
  4. Olá, Lelê. Primeiro, falando da capa, que foi a primeira coisa que vi na resenha: horrível. A Leya costuma fazer capas melhores.
    Quanto ao enredo, achei legal ela ter inovado, criado cenários novos, mas esse negócio de Level 2 não me convenceu tanto, talvez só lendo. Mas eu não sei se leria, pois não gosto de livros onde há muitos buracos no enredo não explicados, como nesse livro.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de setembro

    ResponderExcluir
  5. Eu curti bastante a trama, mas achei meio que corrido, não sei explicar. rsrs Acho que porque o livro foi bastante introdutório, achei bem pouco de ação também.
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  6. Oi Lele! Estava em busca de uma resenha deste livro e a sua veio em boa hora, sinceramente perdi a vontade de ler, mesmo com os pontos positivos citados, senti que foi uma trama onde faltou um desenvolvimento maior de pontos relevantes, eu detesto encontrar uma cena impactante em uma história e depois ver que foi deixada de lado. Ótima resenha, agradeço muito.

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  7. Nossa muito confusa a história desse livro, não fiquei interessada em ler!

    ResponderExcluir
  8. Lele, sei lá, essa Matrix maluca e toda confusão que citou na resenha não me convenceu que o livro é bom não viu XD
    Chamei de Matrix pq é inevitável a comparação. A diferença é que trocaram vida digital por memorias, e robôs que se alimentam da energia dos humanos por anjos. Até a revolução está lá. Só acrescentaram elementos novos.
    A capa já era suficiente para eu nem chegar perto do livro. Com sua resenha explicativa então? Sem chance. De história confusa tou fora.

    Ace Barros
    Capitão do drakkar Interlúdio, navegando pelo Multiverso X
    multiversox.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oi Lele!

    Eu não conhecia esse livro ainda, a capa é péssima realmente e não me chamaria a atenção numa livraria ou site!
    A história é diferente e um pouco ousada até, mas se não é bem desenvolvida não adianta muito.. E não acho que eu curtiria o livro! Parece muito confuso e não entendi tão bem, apesar de eu achar muito legal vida após a morte e tudo num livro!
    Uma pena!!

    Mas sua resenha foi muito esclarecedora, foi ótimo pra conhecer!

    Beijo!!

    http://livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi Lele tudo bom?
    NOSSA, eu tava louco atrás do nome desse livro, só lembrava da história kkkkk
    Adorei a resenha, que premissa boa
    Beijos

    http://penelopeetelemaco.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© To Pensando em Ler - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo