Resenha: Eu, o Desaparecido e a Morta


Título: Eu, o Desaparecido e a Morta

Autora: Jenny Valentine

Páginas: 182

Editora: ID




COMPRE AQUI:   BUSCAPÉEXTRA












     Em "Eu, o desaparecido e a morta" vamos conhecer Lucas Swain, um garoto de dezesseis anos. Por vezes ele é bem esquisito, outras vezes é muito centrado; às vezes tem aquela rebeldia típica dos adolescentes, logo depois é extremamente cuidadoso e amoroso (principalmente com seu irmão caçula).
     O fato é que toda a angústia de Lucas se dá por conta do desaparecimento de seu pai, um jornalista que sumiu sem deixar pistas, deixando sua esposa grávida de oito meses e com dois filhos para criar sozinha. Na época Lucas tinha apenas onze anos.


"E voltando a refletir sobre isso, quão bem
as pessoas conhecem seus pais e mães?
Eu estou começando a conhecer. No
início você imagina que eles são os 
donos do universo, e a partir daí,
tudo começa a despencar."
Pag. 81


     Numa manhã, voltando de uma noitada, Lucas encontra uma urna com as cinzas de uma senhora, sem entender o motivo, ele se envolve com ela, sente que ela quer que ele a conheça.


"Uma velha senhora morta tentava me
ensinar sobre os mais que sexagenários,
do lugar em que estava, na prateleira."
Pag. 13


     E conhecendo Violet, essa senhora morta dentro da urna, Lucas vai começar a descobrir muito sobre seu pai, sua mãe e sobre ele mesmo.

     A história é narrada em primeira pessoa, Lucas divide com o leitor seus pensamentos, conversas, sua vida toda de um jeito bem simples.


"Pergunta: como é que você aparece
na casa de alguém com uma senhora
morta na mochila? Resposta:
você não diz nada."
Pag. 87


     A diagramação é linda, todas as páginas são decoradas, a fonte tem um tamanho perfeito e bem espaçados, a capa também é bem bonita.
     É o tipo de livro que você começa e termina no mesmo dia e não se arrepende.

     Recomendo!!

14 comentários

  1. Nome estranho né?rs
    Mas bem inusitada a história..não sei se encontrasse uma urna com restos mortais de outra pessoa eu iria querer saber da história de vida desta pessoa...(agora eu viajei)
    Ao mesmo tempo que parece muito inovadora a idéia, também é assustadora!
    Mas pelo que entendi, as transformações do personagem são típicas...e porque não, reais não é?
    Afinal, é um protagonista bem jovem.
    E como é um livro pequeno, talvez eu leia sim!
    Um beijo

    ResponderExcluir
  2. uaaau, parece ser super bacana, achei a capa e o título mega chamativo!!!! E noossa o fato do garoto ser bem novinho me chamou a atenção!!!

    Beijos!

    http://meudiariojk.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. O título certamente desperta curiosidade, mas não costumo gostar muito de livros protagonizados por adolescentes e esse tem um enredo meio estranho, não é todo dia que alguém acha uma urna com cinzas e se envolve com ela, hehe. Enfim, com tantos livros que eu ainda pretendo ler, acho que não tem espaço para esse, que não despertou tanto o meu interesse. ;D

    ResponderExcluir
  4. Eu não gostei do início desse livro, na verdade, eu pensei em desistir dele pq estava achando tudo um saco! Aí eu fui começar a sacar a história e não parei mais de lê-lo. Dei três estrelinhas no skoob na época.

    ResponderExcluir
  5. achei o livro um tanto confuso em alguns momentos, meio irreal sabe?
    eu curto mais histórias que mesmo que em fantasia eu acredite serem reais, terem um pézinho na realidade... agora andar por ai com cinzas de uma morta que nem conheço é demais pra minha cabecinha
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Que esquisito, o que tem de ligação entre o garoto, a morta na urna e essa senhora? Acredito que isso seja a trama. Mas, é estranho. Não sei se leria não.

    ResponderExcluir
  7. Gostei. Gosto de livros meio loucos, meio sombrios. Gostei mesmo.
    A diagramação da ID em geral é muito boa mesmo. ;)

    Beijo!

    Sacudindo Palavras

    ResponderExcluir
  8. Quero muito ler esse livro. *-*
    Adorei sua resenha, só aumentou minha vontade. Pena que os livros da iD são carinhos.
    beijos
    apenas-um-vicio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Eu ri com o título, mas o restante achei bem confuso... só lendo pra ver.

    ResponderExcluir
  10. Oi flor,
    Primeira vez que vejo esse livro, logo me interessei lendo a sinopse, sua resenha só despertou mais minha curiosidade.
    Claro que já tá anotada aqui essa dica.
    Beijos

    Mari - Stories And Advice

    ResponderExcluir
  11. Oi Lele! Eu fiquei curiosa para descobrir como estas cinzas vão ajudar o rapaz, é uma história incomum e pelo visto bem legal. Não conhecia a obra.
    Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  12. Oie!
    Achei bem estranho e diferente.
    Bj!

    http://meuhobbyliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Nossa me pareceu ser bem diferente de tudo aquilo que estou acostumada a ler, mas como me parece ter alguns mistérios, acho que posso gostar bastante se der uma chance! Quem sabe mais pra frente né : D Mas valeu a dica...

    Beijo

    ResponderExcluir
  14. Achei o tema desse livro bem diferente, ainda não o conhecia. Parece ser interessante e o fato de a leitura ser em primeira pessoa me atrai bastante, me parece mto mais verdadeiro!

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...