Resenha: Abandono



Título:  Abandono

Autora: Meg Cabot

Páginas: 302

Editora: Galera



Compre aqui: FNAC SARAIVATRAVESSA









     Gostei ou não gostei. Eis a questão.



     "Abandono" vem contar a história de Pierce Oliveira, uma garota que atualmente tem dezessete anos, está no ensino médio e que está tentando recomeçar sua vida.


"Que diferença faz o que aconteceu com
Perséfone? Não foi nada comparado
ao que aconteceu comigo."
Pag. 6


     Pierce passou por uma EQM - experiência quase morte- aos quinze anos. Na verdade ela morreu mesmo e voltou, e desde então tudo o que ela quer e a normalidade de volta e que as pessoas parem de achar que é louca.

     Quando  Pierce morreu, ela acordou no Mundo Inferior, com John. Ela não se conforma, não entende. não aceita; nem com o sinistro John tentando fazê-la sentir-se melhor. Ela consegue fugir e voltar à vida, mas John vem em seu encalço.


"Morta. Era a palavra que me vinha
à cabeça. Eu estava morta."
Pag. 64


     Pierce não tem a menor ideia do que John quer com ela; se gosta dela, se quer se vingar por ela ter fugido, se a odeia, enfim, ela morre de medo dele.

     Dois ano se passam e a vida dela piora muito, o que faz com que ela e a mãe se mudem para Isla Huesos, uma ilha na Flórida.


"Eu já estive no outro lado. Sei o que 
existe lá. Não é o paraíso - pelo
menos não no começo."
Pag. 19


     E é em Isla Huesos que tudo acontece. Todas as revelações, toda a aventura, todos os medos são colocados a prova.


"Não estou dizendo que vai ser fácil
para você como foi para sua mãe."
Pag. 197


     A história foi baseada no mito de Perséfone, a amada de Hades, o deus dos mortos. Na verdade eu diria que foi uma suave lembrança do mito, pois ele só foi incluído na história de Pierce para dar uma ideia do Mundo Inferior. Eu gostei dessa mistura. Gostei desse tema sobrenatural. Aliás, a autora criou um John que seria um possível substituto de Hades com dupla personalidade, ou até uma personalidade ainda não definida, pois uma hora John é um animal selvagem, e depois é atencioso e carinhoso, ou talvez a personalidade dele se adapte ao ambiente. Não importa, eu gostei dele. Já Pierce é tão... tão... ainda não sei.

     É narrado em primeira pessoa, por Pierce Oliveira. E ela narra o presente mesclando com seus pensamentos e seu passado. Algumas vezes eu achei interessante, outras vezes a narrativa me deixava abstrair, eu já não sabia o que estava lendo e tinha que ler o parágrafo novamente.

     A leitura começou bacana, no meio foi um pouco arrastado e o final foi muito legal. Portanto na média geral, o livro é muito bom. O mais incrível é que a Meg faz com que mesmo que o primeiro livro não seja incrível, ainda assim, ela consegue deixar uma pontinha de ansiedade para o segundo.

     A capa está linda!! A diagramação é simples e as letras tem o tamanho e espaçamentos perfeitos.

     Se você gosta de um romance leve, bem jovem adulto, com uma pitada de mitologia e tema sobrenatural, pode mergulhar nesse Mundo Inferior... rs. Vai curtir!!

8 comentários

  1. Ainda não li nada da Meg , mas gosto muito de mitologia e acho que essa série deve ser bem legal e gosto de livros com flashback são os meus preferidos, só não gostei de ser série to fugindo um pouco disso.

    ResponderExcluir
  2. Olá Lele, adorei a resenha e as frases pinceladas, assim como a Cris ainda não li nada dessa autora apesar de ter muito interesse, está na minha próxima sacolinha de compras kkkkkk, fiquei mais interessada ainda, um beijão e te vejo lá pela cabana. http://www.cabanadoslivros.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Bem, a sinopse desse livro não me impressionou, mas a alusão à mitologia já me deixou curiosa. Sem falar no tema sobrenatural..... Acho que vou dar uma chance ao livro, mas não agora.... Vou esperar ao menos o segundo volume ser publicado....

    ResponderExcluir
  4. Oi, tudo bom? Espero que sim.

    Primeiro devo dizer que adorei seu blog, sério. Muito legal mesmo. É sempre bom conhecer blogueiros e ler coisas tão legais. Continue assim, ok? Estou seguindo e sempre que der passarei por aqui. Gostei mesmo!

    Sobre o post, só tenho uma coisa pra falar: adorei. Pena conhecer isso aqui só agora!

    Ah, também tenho um blog literário. Passa por lá depois. Quem sabe você não gosta do meu espaço? Ficaria agradecido, é claro!

    Deixo o link: http://www.diariodebordodeumleitor.com/

    Um abração,
    Igor Gouveia.

    ResponderExcluir
  5. Olá!

    Já tinha ouvido falar desse livro, bem antes de ele ser lançado por aqui li um artigo (e inclusive postei no blog) que fala sobre livros polêmicos. Mas nunca fui atrás para saber mais sobre a história. Achei muito interessante! Sem contar que foi escrito pela Meg, então já despertou minha vontade de ler *.*

    Ótima resenha!
    :*

    ResponderExcluir
  6. É bem raro eu ler coisas sobrenaturais mas nas vezes que eu li eu gostei bastante. Como eu nuca li nada da Meg, seria uma boa oportunidade para ler algo dela. Porém, acho que vou com pouco expectativa... Os livros dela parecem ser bem "menininha" e esse já é diferente, então pode ser que eu não goste tanto assim. Estou pensando em comprar o livro e conhecer um pouco de Meg Cabot. *u*

    Bjs!
    http://prateleiracolorida.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Eu descobri o seu blog muito sem querer e posso dizer que adorei.
    Eu li o novo livro da Meg e fiquei maravilhada com absolutamente tudo - já resenhei por sinal - Achei sensacional a autora ter mesclado mitologia, com sobrenatural, mistério e uma dose de romance.
    Mas, o que mais me supreendeu foi o fato de a cada introdução de capítulo ela ter citado Dante! Não que eu achasse a Meg uma bobona. Não, nada disso. Eu a considero brilhante porém, o fato de ter acrescentado A Divina Comédia foi, sem sombra de dúvidas, o ingrediente mais do que especial.
    Vou passar a te seguir e espero que udo bem.

    ResponderExcluir
  8. Se arrependimento matasse!!!!!!! Cara, estou pelejando para ler esse livro..... Coisa irritante!!!!! Estou na página 167 e louca para acabar, e penso que tem que acontecer uma revolução enorme, talvez "épica" para que a narrativa e a história melhore consideravelmente. Já não aguento mais referências à papai, mamãe, Academia Westport para Meninas, Programa Novos Caminhos... Argh!!!!. Além disso, a Pierce até agora não sabe de nada, faz algumas perguntas, e nunca têm suas dúvidas respondidas....... Que saco!!!!!!!!! Como disse, se a coisa não melhorar consideravelmente, nem vou perder meu tempo comprando o volume subsequente....... Gosto de alguns livros da Meg Cabot, mas tenho um pouco de receio com essa autora, afinal, ela conseguiu estragar completamente Insaciável. Essa série começou tão bem, mas teve um final de merda com Mordida. De modo que, se essa série Abandono já não começou bem, não sei não.......

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...