Resenha: Os Doze



Título: Os Doze

Autor: Justin Cronin

Páginas: 591

Editora: Arqueiro



Compre aqui: SUBMARINOSARAIVAFNAC












     Acabei de ler; estou impressionada com tudo o que li. Novamente o autor me cativou muito com sua narrativa diferente e alucinante.
     No começo eu estava com medo da leitura por dois motivos: Primeiro porque li o primeiro livro desta trilogia em 2010, ou seja, não sabia se me lembraria dos detalhes da história e de seus personagens. Segundo porque eu amei muito "A Passagem", então o medo era de me decepcionar com este segundo livro.
     Nada disso aconteceu.
     Logo no prólogo o autor escreveu os escritos do Primeiro Registrador com quatro capítulos.
     E cada capítulo contém alguns versículos. É isso mesmo, versículos. Este prólogo me lembrou a bíblia, só que esta seria a bíblia do Ano Zero, ou melhor, a bíblia escrita depois do fim do mundo.
    A primeira parte do livro vem contando à partir do ano 97, cinco anos depois da queda da primeira colônia. Logo neste começo eu já comecei a ficar maluca.
     A minha surpresa foi que na segunda parte do livro começa de novo no Ano Zero.


"(Desculpe, nós fizemos vampiros; na ocasião
pareceu uma boa ideia.)"
Pag. 64


     A história continua a mesma, mas agora somos apresentados a novos personagens que irão se juntar aos que já conhecemos no primeiro livro.


"Assim, em meados de outubro do ano que passou
a ser conhecido pelas gerações subsequentes como
Ano Zero, a nação conhecida como Estados 
Unidos poderia ser considerada extinta."
Pag. 176


     Para quem não se lembra; doze prisioneiros que estavam no corredor da morte e uma menina foram usados para criar uma arma letal, só que não deu certo. O vírus que estava sendo usado neles deixou-os realmente invencíveis e transformou-os em monstros. Eles fugiram e mataram quase todas as pessoas que viram pela frente, e os que não morreram foram infectados e transformados em virais, e todos os virais serviam a um dos Doze. Eram os Muitos.

     Agora no Ano Zero novamente, vamos conhecer pessoas diferentes. Kittridge, April, Danny, Lila e Grey.

     Lila foi a personagem que mais me agradou, no começo ela me pareceu tão alucinada, tão maluca!!
     Todas as pessoas morrendo a sua volta, corpos destroçados, comida podre, e Lila só se preocupava com a cor do quarto do bebê, com o enxoval do bebê. Lila estava grávida e bem desorientada.


"-Dizem que branco combina com qualquer coisa,
não é? - Pelo amor de Deus, escutem só, ele 
estava parecendo uma daquelas bichas na TV.
Mas não conseguia pensar em mais nada 
para dizer..."
Pag. 83


     No principio achei engraçado, mas no decorrer do livro essa loucura de Lila fez todo o sentido.

     A história vem rolando até chegar no ano 97, 5 anos depois da chegada de Amy e do fim da primeira colônia.

     A Primeira Colônia, que é onde Amy chegou no primeiro livro, era um lugar até certo ponto tranquilo, protegido dos virais. Mas é claro que isso não duraria para sempre. Amy agora vai liderar o grupo contra tudo. Desta vez a luta não é só contra os virais, os Doze ou seus Muitos. Tem muita gente que conseguiu tirar vantagem disso tudo.
     Humanos perversos que estão do lado dos Doze para conseguir poder. Sem nenhum tipo de escrúpulos eles preferem matar outro humano para conseguir o que desejam, do que se aliar para encontrar paz.
     O poder e a morte tem mais valor do que outro de sua espécie. Eles torturam, estupram e matam sem dó.


"Ora Grey. Você sabe que não pode haver mais.
Um conta-gotas por dia enche a alma de 
alegria. É só o bastante para você manter
ativa a bondade viral."
Pag. 384


     Fiquei pensando se seriamos assim mesmo. Sim, acho que seríamos. Eu não, eu teria morrido no Ano Zero com certeza, mas acredito que várias pessoas teriam essa mentalidade ruim. Aliás, eu ia preferir morrer destroçada logo no começo, assim não veria nada disso.

     Enfim, me alonguei demais. Vou tentar encerrar agora.

     A narrativa é em terceira pessoa, passando pelo ponto de vista de todos os personagens, sejam eles personagens muito importantes para a história ou só passageiros.
     O engraçado é que tem personagem que aparece no começo do livro e depois só no meio. Então tem que ficar atento a todos.
     Como eu adoro a escrita do autor, eu já esperava por isso. Parece uma pegadinha, mas é muito bacana pra dar uma reforçada na sua memória.

     A diagramação é simples, só tem um detalhe no início de cada capítulo. As páginas são amareladas e as letras são bem pequenas, margens pequenas, espaçamentos pequenos. Porém é um grande livro.

     Curti bastante a capa, e tem bastante da história nela; a plantação e este céu alaranjado, que é quando o sol vai embora e o inferno da noite começa.

     Para mim esta série é muito mais do que uma distopia. Ele é um pós-apocalíptico quase real. Uma história bem contada, rica em detalhes e personagens marcantes.

     Infelizmente o terceiro livro só será lançado em 2014 e só chegará ao Brasil em 2015, mas pra quem leu o primeiro em 2010, não vai doer tanto assim, rs.


     Recomendadíssimo.


Esse é o BT do livro Os Doze



Esse é o BT do livro A Passagem
Para você que não leu saber um pouquinho
E pra quem leu matar a saudade da Amy Harper Bellafonte.






E como prometido, quem comentar vai concorrer aos marcadores da foto abaixo:


Então deixe seu comentário e também um email ou twitter para que eu possa entrar em contato.

Até a próxima!! Bjkas

E quem levou os marcadores foi:

 

12 comentários:

  1. Fiquei confusa com o "pós apocaliptico" quase real.
    Adorei a sua resenha e também ficaria com medo de ler a sequencia de uma série aonde o livro anterior eu tivesse lido a muito tempo.

    ResponderExcluir
  2. Oi,Lele!
    Nossa pra quem leu faz tempo o primeiro livro você foi simplesmente sensacional. Conseguiu fazer um elo e nos motivar a ler ainda mais sua continuidade. Eu ainda não conhecia a premissa da história, mas fiquei muito curiosa para conhecê-la.
    Resenha fantástica e cativante. Indo pro Skoob já!
    Bjs!

    Tem resenha no blog.
    Zilda
    http://www.cacholaliteraria.com.br


    ResponderExcluir
  3. Quando o primeiro livro da série saiu, eu meio que torci o nariz, em razão de seu título!!!!! De qualquer forma, andei lendo sua sinopse e algumas resenhas... Bem, achei que se tratava de uma coisa e era totalmente outra, no fim das contas..... Agora, com a publicação do segundo volume da série, venho achando cada vez mais interessante essa história, mas com a demora na publicação de seus volumes, e diante de sua complexidade e de tantos detalhes, acho que vou esperar a publicação do terceiro, para ler todos em sequencia.....Adorei a resenha.
    ana.apnrm@gmail.com / @apnrm

    ResponderExcluir
  4. Eu ainda não li nenhum dos dois livros e gostaria muito de ler. Sua resenha está muiiiiito boa e eu me que já tinha me interessado pelo livro Os Doze desde a primeira resenha que li, agora fiquei mais interessada ainda.

    ResponderExcluir
  5. Minha Nossa !
    Que livro maluco é esse ? hahhahaha
    Eu comecei a ler, a ler, a ler e no final da resenha eu olhei em volta e pensei "Nossa, o que foi isso?" hahahaha , se com a resenha eu ja fiquei assim, será que eu gostei do livro? hahaha
    Muito boa a resenha, muito bom o livro. Me parece que o escritor tenta nos mostrar um "novo mundo", misturando com fatos do nosso, um livro realmente incrível!

    Muito boa a resenha. Beijos

    ResponderExcluir
  6. Eu estou para ler A Passagem desde 2010, acredita Lele? hahaha
    Quando vi que esse estava para sair, fiquei querendo muito começar, mas poxa, o outro só em 2015 pesa né? :(
    Vou deixar para ler todos ao mesmo tempo. :)

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  7. É incrível como a nossa opinião muda conforme a gente vê só a capa do livro e quando a gente lê uma resenha sobre o tal livro, né? Por exemplo, eu já vi esse livro em alguns blogs e na livraria e nem olhava para ele por que não achava a capa bonita (ainda não acho), mas lendo sua resenha eu vi que o livro tem um conteúdo legal e bastante interessante. Como o livro faz parte de uma série, eu não me animei muito para ler mas quem sabe algum dia ...
    O que achei interessante da resenha e que ela fez eu pensar em como eu dou valor para as capas. Normalmente eu compro um livro só pela capa ou porque a capa é bonitinha e quando eu vou ler não é aquela coisa toda, sabe? E vendo a resenha agora é um livro que eu leria e que o assunto me interessa bastante, mas eu nunca dei bola por ter uma capa não tão bonita assim.

    Esse comentário foi quase um desabafo. :x haha
    Bjs!

    http://prateleiracolorida.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Que livro é esse Lele? Show!!! Bem, vou ter de ler o primeiro antes rsrsrs
    É uma distopia? Nossa ando vendo muitos livros assim e sabe qual minha surpresa? São muito bons. Quanta imaginação tem esses autores. É incrível!!!
    A passagem é o primeiro, não é isso?

    www.reticenciando.com

    @lira_juu

    ResponderExcluir
  9. Nossa, estou passada pq ainda não conhecia a série. Achei que Os Doze, que me chamou atenção pelo título, era um livro individual e não uma continuação. Adoro coisas apocalipticas, sou viciada nas distopias atuais, mas não conhecia esse, infelizmente. Preciso ler A Passagem, então! :)

    ResponderExcluir
  10. Eu ainda não conhecia a serie, nem esse livro e nem o primeiro, mas depois de ler sua maravilhosa resenha me deu muita vontade de conhecer e descobrir como ficou o mundo pós apocalíptico ! Espero ler em breve
    bjos
    luluzinhapinkgv@hotmail.com

    ResponderExcluir
  11. Estou querendo ler esse livro, me parece muito bom!

    http://svlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© To Pensando em Ler - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo